Saiba Como Montar Um Plano De Carreira Em 6 Passos.jpeg

Para ter sucesso no mundo corporativo, é preciso planejar cada passo cuidadosamente. É praticamente impossível conseguir destaque contando apenas com a sorte: a competição no mercado é acirrada, e os concorrentes sabem exatamente o que fazer para chegar ao topo. Para não ficar para trás, é fundamental saber como montar um plano de carreira.

Este plano nada mais é do que um guia para o profissional atingir seus objetivos de forma mais rápida e efetiva. Quando se sabe exatamente aonde se quer chegar, fica fácil antecipar imprevistos e evitar erros no meio do caminho.

Pensando nisso, listamos neste artigo 6 passos que todo profissional deve seguir para montar um plano de carreira. Quer virar expert no assunto? Acompanhe o post!

1. Seja protagonista da própria carreira

Muitas organizações, sobretudo as de grande porte, estruturam planos de carreira para seus funcionários. Isso leva muita gente a crer que a preocupação com o futuro é uma responsabilidade das empresas, e não dos profissionais. No entanto, essa é uma visão equivocada, que pode custar muito caro posteriormente.

Os planos de carreira empresariais normalmente valem apenas para aquela instituição. São definidas metas que devem ser superadas pelo colaborador para que ele avance na estrutura hierárquica da organização. O grande problema é que, se o funcionário for desligado, tudo vai por água abaixo.

Portanto, se a empresa na qual você trabalha oferece esse benefício, aproveite, mas sem deixar de lado seu planejamento individual. Defina aonde quer chegar e busque os próprios meios de conquistar seus objetivos. Essa é a melhor maneira se tornar protagonista da sua carreira, sem depender de ninguém para alcançar o sucesso.

2. Busque autoconhecimento

Autoconhecimento é a base de um plano de carreira efetivo. Afinal, ter noção das próprias forças e fraquezas é essencial para evoluir profissionalmente. Comece avaliando suas competências técnicas, como:

  • o que você sabe fazer de melhor;
  • conhecimentos que ainda precisa buscar;
  • qual o seu talento mais raro.

Essas informações vão ajudar a definir seu nível profissional e os rumos da sua carreira. Pratique muito cada habilidade necessária para a sua atividade, de modo a se tornar um talento atrativo e indispensável para qualquer organização.

Analisar a própria personalidade também é importante. Isso pode ser difícil, pois requer uma alta dose de autocrítica e reflexão. Uma boa dica é questionar os colegas de trabalho, amigos e familiares, colhendo opiniões sinceras sobre como eles enxergam você. Com isso, será possível tirar boas conclusões sobre aspectos como:

  • seus interesses pessoais;
  • trabalho em equipe;
  • relacionamentos com os colegas;
  • atuação sob pressão;
  • cumprimento de prazos;
  • disciplina;
  • gestão do tempo.

3. Conheça seu estágio atual

Antes de planejar o futuro, é necessário compreender o presente. Olhe para trás e analise como você chegou aonde está. Avalie suas escolhas, o porquê de tê-las feito e se a sua situação atual o deixa satisfeito. Qual é sua ocupação hoje? O que o motiva? Você mudaria algo na sua rotina?

Se você sentir que está no caminho certo, basta prosseguir com o planejamento. No entanto, dependendo das suas respostas, pode ser que a melhor saída seja uma transição de carreira. Começar do zero é sempre muito difícil, mas é um passo importante para buscar grandes conquistas. Lembre-se: o maior termômetro do sucesso profissional é a satisfação que sua atividade lhe traz.

4. Defina metas e prazos

Depois de uma boa reflexão sobre o seu atual momento, é hora de definir aonde você deseja chegar. Quer ser gestor em uma grande empresa? Abrir o seu próprio negócio? Participar de múltiplos projetos? Não importa qual seja seu objetivo, ele será o norte que guiará todas as suas ações.

Para conquistar o objetivo traçado, será preciso estabelecer uma série de etapas que ajudarão a alcançar os resultados desejados. Por exemplo: quem almeja posições de liderança pode precisar de um MBA, falar um terceiro idioma e desenvolver habilidades de negociação, gestão do tempo e gerenciamento de equipes.

Cada uma dessas etapas deve ser transformada em uma meta com prazo determinado, como “aprender o básico do chinês em três anos” ou “concluir o curso de especialização no final do próximo ano”. Sem isso, as tarefas tendem a ser deixadas de lado ou demorar muito para ser finalizadas, o que atrasa o plano de carreira.

Outro ponto importante é traçar objetivos realistas e alcançáveis. Imagine alguém recém-contratado por uma empresa definir como meta “chegar à presidência em seis meses”. Obviamente isso não se realizará, deixando o profissional frustrado e desiludido com o plano de carreira.

5. Documente o plano de carreira

Todos os passos do plano de carreira devem ser documentados: seus interesses, características pessoais, objetivos e ações necessárias para conquistá-los. Com tudo anotado, você tem um controle maior sobre cada etapa e não corre o risco de esquecer nenhum detalhe ou prazo.

Também é essencial fazer revisões periódicas nas decisões tomadas. Avalie seu próprio desempenho, veja o que está dando certo e o que precisa ser melhorado. Procure seguir o plano à risca, mas seja flexível quando precisar. Afinal, a rotina de trabalho é cheia de imprevistos, o que demanda uma grande capacidade de adaptação.

6. Acompanhe o mercado de trabalho

Para cuidar bem da carreira, além de se preocupar com as próprias tarefas, também é necessário ficar atento ao mercado de trabalho. Tenha em mente que você está inserido em um contexto, e ficar ligado no ambiente ao redor é muito importante para descobrir técnicas, adquirir conhecimentos e identificar novas oportunidades.

Só assim você será reconhecido por seus colegas de profissão como alguém interessado e atualizado, o que agrega grande valor à sua trajetória e facilita o cumprimento do plano de carreira.

Chegamos ao fim do nosso guia sobre como montar um plano de carreira! Agora que você já sabe tudo sobre o assunto, que tal colocar o que aprendeu em prática? Faça uma autoavaliação, analise o mercado e estabeleça metas factíveis. Dessa forma, você certamente chegará aonde deseja com muito mais facilidade!

Gostou do artigo? Não se esqueça de assinar a nossa newsletter! Assim, você sempre receberá por e-mail nossas melhores dicas de carreira e gestão de negócios!

REMOVER TODOS
COMPARE
0