Resiliência: mercado precisa de profissionais resilientes

 

Resiliência: O mercado precisa de profissionais resilientes
Sergio Miorin
No mercado corporativo ouve-se muito a palavra resiliência. Mas o que é resiliência? Acumular energia quando exigidos ou submetidos a estresse sem ocorrer ruptura. Por exemplo, quando uma mola sai da sua situação natural, passa do limite e volta ainda mais forte, resistente. Imaginemos um deserto com quilômetros sem enxergarmos nenhuma criatura viva e, depois de horas andando, encontramos uma única flor: ela é resiliente, ela resistiu ao ambiente, foi forte, se adaptou-se. É um termo utilizado para designar a capacidade que um sistema tem de se adaptar e se sobrepor diante de adversidades e traumas, com o máximo de inteligência, saúde e competência possível.
A resiliência, ou ser resiliente, ganha maturidade, espaço e expansão, sendo utilizada em gestão, mostrando a capacidade de uma empresa, líder ou profissional promover as transformações necessárias para alcançar suas metas e seus objetivos. A origem da palavra resiliência vem do latim, “resilio” ou “resilie”, que significa “saltar novamente”, voltar ao estado natural.
Os profissionais precisam, necessitam de um equilíbrio, de modo que, quando sair do estado natural, ele consiga administrar esse momento, voltando ao seu estado natural sem danos, ou sem prejuízos. Assim, não serão afetadas as suas decisões profissionais.
Um segundo exemplo: coisas ruins acontecem, então podemos trilhar dois caminhos. Primeiro: você pode-se sentir destruído pelo acontecimento, desmotivado ou ter qualquer outra sensação negativa, e continuar sofrendo. Segundo: adotar a resiliência, aceitar o desafio e seguir em frente com os projetos e decisões.
Tem uma frase de que eu gosto muito: “É fácil ir visitar um amigo ou parente querido, difícil é visitar uma pessoa de que não gostamos ou que nos fez mal. Mas quando chegamos a um nível de conseguir visitar essa pessoa e superar/transformar o momento, estamos sendo diferenciados”.
A resiliência é uma competência que faz toda a diferença no perfil de um profissional, seja ele líder/gestor ou profissional técnico ou operacional.
Seguem algumas dicas:
– ajude a organização e as pessoas a superarem desafios no contexto do ambiente de mudanças;
– tenha coerência em discurso x prática: algo intangível não é saudável para nenhuma organização;
– foque na comunicação clara e transparente, sempre demonstrando a real situação;
– trabalhe a competência resiliência para obter um comportamento resiliente individual e em equipe;
– Aprenda e adote métodos práticos de relaxamento e meditação, contribuem muito para a resiliência;
– procure manter o lar e o ambiente de trabalho em harmonia, pois estes são o “ponto de apoio” para recuperar-se nas situações difíceis e de estresse;
– pratique esporte para aumentar o ânimo e a disposição. Os exercícios aumentam endorfinas e testosterona que, consequentemente, proporcionam sensação de bem-estar;
– separe bem quem você é e o que faz;
– aproveite parte do tempo para ampliar os conhecimentos, pois isso aumenta a autoconfiança e a possibilidade de crescimento;
– transforme-se em um otimista incurável, visualizando sempre um futuro bom;
– apure o senso de humor (para desarmar os pessimistas);
– use a criatividade para quebrar a rotina;
– exime e reflita sobre a sua relação com o dinheiro;
– permita-se sentir dor, recuar e, às vezes, enfraquecer, para em seguida retornar ao estado original;
– torne-se um “sobrevivente” repleto de recursos no mercado profissional.
Sergio Henrique Miorin é Graduado em Engenharia Elétrica modalidade em Eletrônica pela USF – Universidade São Francisco, Pós-Graduado Especialista em Engenharia de Redes e Sistemas de Telecomunicações pelo INATEL – Instituto Nacional de Telecomunicações, Pós-Graduado Especialista MBA em Gestão Empresarial pela FGV – Fundação Getúlio Vargas e mestrando em Educação pela Unisal. É Diretor Geral da SM – Consultoria, Treinamentos e Palestras, colunista no Jornal de Valinhos, consultor de empresas e leciona em instituições de ensino, em cursos técnicos, graduação, pós-graduação especialização e pós-graduação especialização MBA como: IBE/FGV

 

Fonte: http://www.panoramadenegocios.com.br/2014/10/coluna-do-professor-sergio-miorin.html

Fique por dentro

Assine nossa Newsletter e receba as novidades por email
// Acesso rápido
Get in touch

872 Arch Ave. Chaska, Palo Alto, CA 55318
[email protected]
ph: +1.123.434.965

Work inquiries

[email protected]
ph: +1.321.989.645