Pós-Covid
pós-Covid

Com o formato de Talk Show, a FGV realizou o webinar “Reputação, atitude e propósito como pilares da comunicação de crise” na tarde de ontem (18). Dividido em quatro módulos, com quatro diferentes especialistas, o evento abordou diversas questões sobre a reputação das marcas, além de temas relevantes em tempos de Covid-19.

O professor de sustentabilidade e governança, Dario Menezes, iniciou o webinar respondendo às seguintes perguntas: Afinal, o que é reputação? Por que temos tanta gente falando sobre reputação? Qual é a sua relevância estratégica? Exemplificando as questões, o slide mostrava três copos de água com volumes diferentes, sendo um vazio, outro até a metade e um outro totalmente cheio.

“Já vi empresas iniciarem com os copos cheios, mas que desperdiçaram o capital nacional, quando os copos tornaram-se vazios. A reputação você conquista. Você faz por merecer a cada dia”, explicou.

Reputação das marcas

Segundo o professor, que estuda o tema há 10 anos, nunca se falou tanto sobre reputação, como ultimamente, e com a preocupação sobre o pós-Covid 19. Riscos reputacionais, fake news, gap, deep fake, a força de uma boa reputação, essência, o novo contexto V.U.C.A, promessas de marcas nas organizações, construção de vínculos duradouros e competitividade, empatia, relevância e a força de uma boa reputação também estiverem presentes nos comentários do professor. “Reputação é a vitória do reconhecimento sobre o conhecimento”, ressaltou Dario.

A segunda palestrante foi a professora de comportamento do consumidor digital, Isabela Pimentel, que falou sobre o novo e desafiador cenário para as marcas. Ela iniciou a palestra com abordando o novo conceito de influência no pós-Covid. “Nesse novo ambiente de influências, as pessoas querem mais conexões com a vida real, principalmente nesse período de dificuldade”, ressaltou Isabela.

Fim do modelo de feed perfeito e harmônico, valor da marca, influencers, crises e revoltas dos seguidores, os chamados “cancelamentos na internet”, valores pessoais com as marcas, parcerias, likes e ativismos nas redes foram alguns dos tópicos apresentados.

Patricia Galante de Sá, professora de brandig e Comunicação Corporativa, falou sobre marcas com propósito, ações ativistas, confiança, evolução da abordagem B2C/B2B (business to consume), B2H (Business to Himan) e H2H (human to human).

Proatividade na hora da crise – com exemplo das empresas Gerdau, Ambev e Hospital Albert Einsten que construíram um hospital de campanha – foi o case durante a apresentação. “Inclusive, empresas concorrentes tornaram-se aliadas, algo que ainda não tínhamos visto. As marcas que estão assumindo proatividade, estarão à frente nessa pandemia”.

Cases de insucesso também foram demonstrados pela professora para demonstrar o impacto da reputação das marcas. Concorrência com falta de ética, momentos de inseguranças das marcas. Já a sócia-diretora da Approach Comunicação, Germana Costa Moura, trouxe exemplos que utiliza na prática, contando o papel das marcas na sociedade atual, ação durante as crises, boas práticas da comunicação por propósito.

Ao final do evento, todos os especialistas responderam as perguntas realizadas pelos participantes. Vale lembrar que é possível assistir o webinar, clicando aqui.

 

Your compare list

Compare
REMOVER TODOS
COMPARE
0