RAC: Ter poder ou delegar poder?, prof Álvaro Parisi

ARTIGO

Ter poder ou delegar poder?

O sucesso é ilimitado para os gestores que dominam esta arte de delegar, pois aumentam sensivelmente sua capacidade de alcançar objetivos.

24/04/2014 | – Atualizado em 24/04/2014 – 15h28

Foto: Divulgação

 Líderes, donas de casa, executivos, buscam aquilo que lhes dê condições de alcançar os seus objetivos

Líderes, donas de casa, executivos, buscam aquilo que lhes dê condições de alcançar os seus objetivos
Poder é ter a faculdade, a possibilidade, a autorização de executar, tornar, conseguir, animar, etc. É o que todos queremos, mas parece não termos o suficiente. Líderes, donas de casa, executivos, buscam aquilo que lhes dê condições de alcançar os seus objetivos. O desejo do poder é inerente à nossa natureza essencial e fundamental à sobrevivência, sem ele nada poderíamos realizar.Quanto maior o conhecimento mais se tem poder. Em nenhum outro lugar a busca do poder é tão evidente quanto no ambiente de trabalho. Profissionais estão buscando aumentar, a cada dia, seu arsenal de poder, uns visando vantagens pessoais, outros o benefício da empresa. A verdade é que sem poder são incapazes de atingir algo significativo, outras pessoas ou até mesmo a sociedade.

Como conseguimos mais poder?

Esta é uma boa pergunta, mas antes precisamos descobrir como funciona o poder. O professor do curso de Pós-ADM da IBE Conveniada FGV, Álvaro Parisi, é taxativo: “quanto mais se dá poder aos outros, mais recebe-se em troca. Dar poder ‘a’ não significa diminuir o seu; engana-se aquele que julga haver um estoque limitado de poder”.Pessoas que contribuem com uma parcela limitada do seu potencial, simplesmente não possuem sentido de poder pessoal, afirma o professor. Sistemas burocráticos pouco incentivam a iniciativa e o autodesempenho. “Quando não alcançamos resultados por nossos esforços, entramos para o caminho da mediocridade”.

Portanto, devemos aprender a liberar o potencial oculto das pessoas, ajudando-as a sentir o seu próprio poder. O sucesso é ilimitado para os gestores que dominam esta arte de delgar, pois aumentam sensivelmente sua capacidade de alcançar objetivos.

O verdadeiro poder surge de baixo para cima, liberta as pessoas de modo a serem tudo que desejam e podem ser. “Quando temos condições de alcançar poder e sucesso, maximizamos o de nossos colaboradores”, diz Parisi.

O paradoxo começa a aparecer quando você desvia o seu rumo para chegar ao auge do poder por si só, em vez de concentrar as energias de modo a conferir empowerment às pessoas que trabalham com você. Quanto mais delegar poder, motivar seu colaborador, maior será seu poder, podendo chegar a dimensões incalculáveis.

Segundo o professor da IBE Conveniada FGV, chegamos ao empowerment através do conceito de Pirâmide do Poder, que abrange dez aspectos ou passos para alcançar o sucesso. Estes passos orientam e permitem delegar poder às pessoas de modo eficaz, sem prejuízo ao ensinamento, não desprezando nenhuma fase ou elemento essencial ao processo.

Álvaro Luis Parisi,
Profº de Gerenciamento de Projetos do curso
de Pós-graduação em Administração de Empresas da IBE Conveniada FGV
Fonte: http://www.rac.com.br/_conteudo/2014/04/especiais/educacao/170740-ter-poder-ou-delegar-poder.html

Fique por dentro

Assine nossa Newsletter e receba as novidades por email
// Acesso rápido
Get in touch

872 Arch Ave. Chaska, Palo Alto, CA 55318
[email protected]
ph: +1.123.434.965

Work inquiries

[email protected]
ph: +1.321.989.645