Que tipo de cultura você precisa?

Que tipo de cultura você precisa? A essa altura do campeonato você já deve ter ouvido os termos cultura organizacional, cultura empresarial, cultura educacional – mas já parou para pensar como isso tudo impacta o seu dia a dia?

O primeiro passo é entender cada uma

Resumidamente, a cultura organizacional é a representação de todas as relações presentes em seu cotidiano dentro do trabalho ou uma escola. Quais são os hábitos de comunicação, maneira de tomar decisões, o projeto pedagógico ou empresarial, além de outros fatores que tenham a ver com o dia a dia dentro daquele ambiente.

Agora, cultura empresarial é a mesma coisa, porém dentro exclusivamente do seu ambiente de trabalho. Enquanto a cultura educacional se restringe ao ambiente acadêmico.

Portanto, é normal que esses termos se embolem, afinal, em algumas situações, podem ser sinônimos. Nosso objetivo, no entanto, é te mostrar como a cultura empresarial e a cultura educacional precisam estar alinhadas na sua vida, já que esses dois polos definem grande parte das nossas atitudes e rotinas durante a semana.

Como a cultura do seu escritório ou escola impacta na sua vida?

Estamos no final de 2021, a essa altura de quase dois anos de pandemia, muito já falamos sobre saúde mental seu relacionamento com o home office e o distanciamento social.

E o que todos esses pontos têm em comum? São parte da cultura organizacional da sua empresa. E que podem impactar diretamente na sua saúde, produtividade e relacionamento.

O mesmo ocorre com o ambiente escolar, afinal tanto professores quanto alunos podem se ver em situações estressantes derivadas de um processo que está sendo complicado para ambas as partes.

É hora de olhar para um lado mais humano

Desde o início da revolução industrial, substituída pela revolução tecnológica se fala da questão homem vs. Máquina. Contudo nos últimos dois anos, mais do que nunca começamos a enxergar que somos seres de carne e osso, com falhas e sentimentos, não conseguimos operar em um meio mecânico.

Por isso, a tendência de humanização dentro das empresas vem crescendo. As tarefas repetitivas vêm sendo substituídas por atividades variadas, planejamento em equipe, conversas de desenvolvimento.

O mesmo também acontece nas escolas. Muitos educadores estão percebendo que o modelo de ensino tradicional não engloba todas as esferas de pessoas que fazem parte desse ciclo.

Cada vez mais vemos escolas com ambientes mais interativos, maior flexibilidade de cronogramas e escolha de matérias de estudo, contemplando, assim, a pluralidade do ser humano.

É importante ter em mente ao iniciar uma nova jornada de trabalho, ou estudo, como é a cultura daquela organização. Você não vai querer passar boa parte do seu tempo inserido em um sistema que não te contempla.

Como os gestores podem ajudar seus times a engajar na cultura da empresa?

O primeiro passo é o gestor entender e se tornar um vetor da cultura organizacional da empresa. Ele quem será o role model para o time, então suas ações devem ser condizentes com o pensamento da empresa.

O segundo passo já começa no processo seletivo, onde as habilidades avaliadas nos participantes sejam aquelas consideradas primordiais dentro da cultura do time. Cabe a gestão entender bem o que buscam e valorizar as qualidades quando encontradas.

Com os dois primeiros pontos bem definidos, o restante se torna mais fácil, porém, é importante ter em mente alguns aspectos adicionais:

1- Resolução de conflitos: em relações humanas, vez ou outra, opiniões ou comunicações podem se chocar gerando conflito. O gestor tem que estar preparado para essa mediação de acordo com os valores da empresa.

2- Pesquisas de clima organizacional: esse tipo de ferramenta mede e avalia se os colaboradores estão satisfeitos com as decisões e direções da empresa.

Esses pontos mudam quando a relação é com o professor e o ambiente acadêmico?

Em alguns aspectos, as relações empresarias e educacionais são muito parecidas, cabendo ao professor assumir a posição do gestor e mediar as interações entre alunos, além claro, do seu desenvolvimento e aprendizado.

Porém, o fator de maior diferença está no ingresso na instituição. Afinal, na maioria dos casos, o aluno tem maior liberdade para escolher onde irá realizar seus estudos. Sobretudo quando falamos em graduação ou pós-graduação.

Nessa questão, cabe então ao aluno o papel de seleção, ao buscar uma instituição que se alinhe com seus propósitos, valores e metas.

Qual a cultura organizacional certa para você?

Essa é uma pergunta importante, por vezes esquecida, em nossa corrida rotina diária. Porém, cabe a cada pessoa avaliar como está contribuindo para os ambientes a sua volta.

Além de estar ciente de seus valores, metas e ambições a longo prazo e buscar se inserir em ambientes onde esses fatores estejam alinhados com a cultura organizacional.

Fique por dentro

Assine nossa Newsletter e receba as novidades por email
Get in touch

872 Arch Ave. Chaska, Palo Alto, CA 55318
[email protected]
ph: +1.123.434.965

Work inquiries

[email protected]
ph: +1.321.989.645