O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país, subiu 5,91% em 2013 – bem acima da meta de 4,5%. De acordo com o Banco Central, a estimativa do IPCA é ainda maior para este ano: 6%. Neste cenário de preços em alta, os professores da FGV Samy Dana e Luís Carlos Ewald, em entrevista à revista Época Negócios, dão dicas para organizar o orçamento em 2014 e fugir das dívidas.

Segundo Samy, os consumidores devem sempre anotar seus ganhos e gastos, a fim de identificar quais itens estão pesando mais no bolso. A partir disso, é necessário substituir produtos e serviços que estão mais caros. “O hábito de tomar um café e comer um lanchinho à tarde pode te deixar no vermelho. Não estou falando para não fazer isso, mas é preciso anotar e repensar os gastos”, afirma o professor, que também defende o estabelecimento de metas orçamentárias.

Já Luís Carlos Ewald, também conhecido como Sr. Dinheiro, aponta a importância de evitar dívidas neste cenário de inflação e aconselha que os brasileiros abandonem qualquer projeto de compra de imóvel. “A crise imobiliária já está presente. Muita gente comprou imóvel para investir e agora que o imóvel ficou pronto não tem dinheiro para pagar o financiamento e não consegue vender também”, explica à revista.

Ewald também recomenda o “transporte solidário” – carona com vizinhos ou familiares, além de mais refeições em casa. “É muito mais barato do que sair para jantar fora”, finaliza.

Fonte: FGV

Your compare list

Compare
REMOVER TODOS
COMPARE
0