Preço de ovos de páscoa supera inflação dos últimos 12 meses

Preço de ovos de páscoa supera inflação dos últimos 12 meses

Quem já procurou ou comprou os tradicionais ovos de páscoa para a festa de domingo deparou-se com preços muito superiores em relação a 2013. Este ano, o valor desse item tão cobiçado subiu 6,51% no estado de São Paulo, ficando acima da inflação acumulada do Índice de Preço ao Consumidor (IPC/FGV) entre abril de 2013 e março de 2014, que foi de 6,09%. Foram pesquisadas sete capitais e Porto Alegre teve a maior alta com 7,70% e Brasília a mais baixa com 6,31%, ainda assim, acima do IPC.

Segundo informação do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV), a alta dos preços dos insumos básicos como, cacau (que subiu mais de 50%), leite (16%) e açúcar contribuiu para o aumento dos valores dos ovos de páscoa. Segundo o economista André Braz, responsável pelo levantamento, a dica é comparar preços e não deixar para comprar na véspera. “No auge do feriado os principais ovos já foram comprados e o que restou ou são os mais caros ou estão quebrados, por isso, é preciso antecipar a compra”, diz.

Em Rio Claro, quem ainda não tomou essa medida poderá ter dificuldades em comprar o ovo desejado ou os de menor valor. Uma das maiores redes de supermercado do município aponta que 70% do estoque já foi vendido. “Há um lado emocional na compra dos ovos de páscoa e por isso o consumidor acaba comprando. Estamos vendendo desde o final de março, mas o maior volume de venda acontece essa semana”, diz o gerente de compras José Donizete Denardo.

A  pesquisa do IBRE-FGV mostra que, das sete capitais pesquisadas, o preço do ovo de Páscoa subiu mais em Porto Alegre (7,70%), seguida de Belo Horizonte (7,57%). No sentido inverso, as cidades que apresentaram menor crescimento de preço  no produto foram  Salvador (6,25%) e Brasília (6,31%). Nas demais capitais, o incremento alcançou 6,99% (Recife);  6,51% (São Paulo);  e 6,35% (Rio de Janeiro).

À medida em que o feriado da  Semana Santa se aproxima, o preço dos ovos pode subir um pouco mais. “Esses preços flutuam um pouco, até para baixo, em função da própria demanda. Se a resposta do consumidor aos preços colocados for boa,  isso  diminui a ocorrência de promoções e pode, até, encarecer o produto”.
Entre as sete capitais pesquisadas, o ovo de Páscoa subiu mais em Porto Alegre (7,70%), seguido por Belo Horizonte, que registrou alta de 7,57%. Já Brasília apresentou o menor reajuste, de 6,31%. Na média nacional, o produto que registrou a maior alta em comparação à Páscoa de 2013 foi o ovo de 50 gramas (7,76%).

Fique por dentro

Assine nossa Newsletter e receba as novidades por email
// Acesso rápido
Get in touch

872 Arch Ave. Chaska, Palo Alto, CA 55318
[email protected]
ph: +1.123.434.965

Work inquiries

[email protected]
ph: +1.321.989.645