Além de agregar diversas vantagens na vida pessoal e profissional, o diploma de pós-graduação no currículo também garante ao trabalhador o direito a remuneração mais robusta pelo mercado de trabalho. Pesquisas de empresas de recursos humanos comprovam que o salário de profissionais com especialização é maior em relação aos que não têm.

Estudo realizado pela empresa Catho Online, chamada Pesquisa Salarial e de Benefícios, indica que quem faz pós-graduação chega a receber até 70% mais do que outros profissionais. Os números foram divulgados no início de 2013.

Endossam o estudo anterior, dados de pesquisa realizada pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), de São Paulo. O levantamento mostra que, a cada ano de pós-graduação cursado, abrangendo também o MBA (Master Business Administration), acrescenta mais de 40% de aumento na renda mensal. O estudante que ingressar em um curso de especialização com duração de dois anos, por exemplo, pode adicionar ao contracheque, após formado, 80% a mais que outros funcionários.

Ainda segundo a pesquisa da FGV, ter no currículo profissional uma especialização aumenta em muito a chance de ocupação no mercado de trabalho. É cada vez maior o número de empresas que exigem diploma de pós entre os requisitos para qualificar os candidatos ao emprego. Cursos de pós-graduação não auxiliam apenas na melhoria dos salários e na abertura de portas no mercado de trabalho, mas também ajuda na hora de manter o emprego.

Já outro estudo, conduzido pela consultoria Robert Half com executivos brasileiros de alta e média gerência, assinalam que 66% dos profissionais que realizaram cursos de MBA ou de pós-graduação tiveram alta salarial após fazerem suas especializações.

O resultado dos estudos realizados pelas empresas de recursos humanos mobilizam os estudantes, que se baseiam neles para buscar a especialização necessária para garantir o aumento no contracheque do fim do mês.

Your compare list

Compare
REMOVER TODOS
COMPARE
0