Quaresma News 2014 600×25811

Nós brasileiros estamos passando por tempos de intensa transformação. E toda mudança gera desconforto, ansiedade, dúvidas, incertezas, preocupações. Certo é que sairemos fortalecidos e vencedores se soubermos nos transformar e ter esperança. Vale lembrar que a atual crise não é a primeira que passamos. Os mais antigos lembram da época de inflação de 80% ao mês. Um pai tinha que comprar e estocar toda a alimentação para as semanas seguintes, para só assim garantir que sua família tivesse o que comer, caso contrário o salário defasaria de tal maneira que lhe seria impossível manter a casa.
É certo que as escolhas políticas e econômicas dos últimos anos foram equivocadas e estamos colhendo os resultados. A indignação das pessoas reside muito sobre dois aspectos: primeiro, a corrupção que é endêmica e sistêmica em nosso país, e a outra é que a conta sempre cai na população, com o aumento de impostos, uma situação que não se sustenta.
A “lavajato” tem dado a esperança à nação que as coisas estão mudando, independente de bandeiras partidárias. Mas o processo é lento e gera uma determinada paralisia que precisamos combater. Ou seja, trabalhar firme, apoiar e “vigiar”. Com o câmbio como está, as exportações tem um fator positivo que faz com que a balança seja positiva. Mas não conseguirá resolver os problemas que temos que enfrentar. O ajuste fiscal, a questão previdenciária, a reforma política, questão da infraestrutura e a abertura de mercado são parte de uma agenda inadiável.

 

Precisamos encarar estes temas difíceis e dolorosos para garantir um futuro promissor em detrimento de um tempo de mudanças que é necessário. Vários setores da economia precisam se preparar para que a produtividade aumente e estejamos preparados para competir em nível global. Vale lembrar que avançamos muito na democracia e nos estado de direito nos últimos anos e não podemos perder todos esses avanços. Foram milhões de pessoas que melhoraram de vida, aumentaram sua renda e sua escolaridade e ascenderam para outras classes sociais.

 

Vamos lutar para continuarmos avançando na certeza de que todo esforço será compensado e que nossa parte nesta empreitada é fundamental para a transformação social.

REMOVER TODOS
COMPARE
0