Metade dos colaboradores acredita que o trabalho móvel e flexível é mais produtivo

Apesar da evolução na aplicação do conceito, ainda existem diversas empresas que não querem adequar-se às novas tendências

A mobilidade e a satisfação do funcionário na empresa estão diretamente ligadas. É o que mostra pesquisa global realizada pela Oracle para mensurar a aceitação do conceito no mercado de trabalho.
 
De acordo com os resultados obtidos, 68% dos entrevistados afirmaram estar mais felizes por trabalhar em um ambiente mais flexível e móvel. Além disso, outros 53% ressaltaram que são mais produtivos por trabalhar inseridos nesse contexto. 
 
Porém, mesmo com tanta aprovação, ainda existem companhias que não estão empolgadas com a mudança na cultura da empresa. Menos de um quarto dos entrevistados afirmou que a companhia não incentiva o trabalho móvel, sendo que 21% ainda citaram o fato de a empresa tentar limitar aplicativos e dados que os funcionários podem acessar por meio dos seus dispositivos móveis.
 
Apesar das restrições das empresas, a pesquisa apontou que as medidas impostas pelas empresas têm sido ineficazes, visto que 18% acreditam que a empresa realmente controla o que pode ser feito em um dispositivo móvel. A postura negligente da empresa fica ainda mais em evidência ao levar em consideração os 15% dos entrevistados que afirmaram ter encontrado maneiras de usar o smartphone para trabalhar sem nenhuma ajuda ou intervenção da empresa, podendo até colocar a segurança das informações corporativas em risco. 
 
Apesar da divergência de práticas entre as organizações, mais da metade dos entrevistados citou que o ambiente de trabalho oferece atualmente mais mobilidade do que há dois anos. A possibilidade da tendência se tornar ainda mais integral em relação ao trabalho nos próximos dois anos foi ponto destacado por 40% dos entrevistados, que citaram o movimento do traga seu próprio dispositivo (BYOD, na sigla em inglês) como prática ideal para ambientes corporativos.
Fonte: Information Week Brasil
REMOVER TODOS
COMPARE
0