Case Rock Content

O post de mais de três milhões e os ‘cases’ da Rock Content encerram Jornada Empreendedora da FGV – Série de eventos terminou na noite de ontem, 22, em Campinas

Conheça os princípios básicos ao empreendedor, de acordo com Vitor Peçanha

Vitor Peçanha, cofundador da Rock Content, maior agência de marketing de conteúdo da América Latina, encerrou a Jornada Empreendedora da FGV na noite de ontem, 22, em Campinas.

No evento, ele contou sobre seus sete princípios básicos para um empreendimento dar resultado e, claro, um pouco de marketing como a história de um post, escrito para a Rock Content, em dezembro de 2014, que teve mais de 500 mil visualizações, atraiu cerca de 5 mil “leads”, quase dois mil deles foram qualificados e resultaram em 166 conversões até fevereiro deste ano.

“Se fizermos algumas contas somando o ticket médio anual de cada cliente nosso e multiplicando por esses 166, teremos um resultado de mais de três milhões de reais anuais. Conquista de um único post orgânico”, comemora.

Da startup que começou com três cofundadores em uma sala de 26 metros quadrados, para uma empresa com mais de 320 colaboradores em apenas cinco anos e faturamento anual de aproximadamente 10 milhões de dólares, Peçanha tirou alguma lições preciosas para o resultado do empreendimento.

O básico é resolver um problema. Segundo ele, o que os clientes precisam é de uma solução e o empenho máximo do empreendedor deve estar nesta questão. Depois, esqueça o conceito tradicional de criatividade. “O segredo não é ter a ideia revolucionária, mas revolucionar o padrão tradicional”, explicou.

Em terceiro lugar, é preciso testar o mercado de maneira rápida e barata. “Se você tem um cliente que vale cem mil reais, você não tem nada. Se você tem cem clientes que valem mil reais cada um, você tem um mercado”, exemplifica.

E se o empreendedor quer ter um negócio consolidado, ele precisa entender que é a cultura que sustenta qualquer empresa. “Não, cultura não é coisa de hippie, é o valor pessoal que você atribui ao empreendimento, seja ele qual for”.

“Seja obcecado por métricas e todo número deve ter um dono”, afirma também. Por fim, invista em aquisição, ensina Peçanha. “A maior loucura do empreendedor é achar que seu produto se vende sozinho”, conclui.

Jornada

A Jornada Empreendedora começou na segunda, 19, na FGV Jundiaí, com o tema #iniciativa e palestra da coordenadora de MBA em Empreendedorismo da Fundação Getulio Vargas. Na terça, 20, o evento foi realizado em Piracicaba com o tema #metas e presença do coach e professor de gestão de pessoas, Vagner Sandoval.

Na quarta, 21, a Jornada passou por Americana com a professora de desenvolvimento organizacional da FGV, Rita Ritz, que abordou o tema #resiliência.

O evento teve mediação do professor de Empreendedorismo e Marketing Digital, Joeval Martins.

REMOVER TODOS
COMPARE
0