O dever de casa depois da copa!
Paulo Grandi
O ano iniciou com um cenário macroeconômico de atividade mais contida, mas isso não impediu que a maioria das empresas de capital aberto obtivesse expansão dos resultados com ajustes de oferta e melhoras na eficiência operacional.
Os dados divulgados do primeiro trimestre mostram que a receita líquida cresceu em média 14,3% e os custos 14%, excluindo desta média a Petrobrás, a Vale e Eletrobrás, onde a expansão dos gastos supera a alta do faturamento.
Os dados do primeiro trimestre mostram que ainda há espaço para cortes de custos e que existe, também, uma busca de repasse de aumento de custos nos preços dos produtos no segundo semestre e antes da copa.
Após a copa as empresas já trabalham com expectativas de aumento de gastos com transporte e logística, insumos, energia e financiamentos e quem tiver dificuldade de elevar os preços não terá alternativa a não ser reduzir ainda mais os custos para não perder rentabilidade.
O câmbio permite uma situação confortável aos exportadores, por exemplo, papel e celulose e frigoríficos, mas o aumento dos juros prejudica empresas com endividamento alto, principalmente na geração de caixa.
Os impactos da copa na economia ainda são incertos e setores com mais probabilidade de colher resultados com o evento estão revendo suas expectativas para baixo.
Em relação a custos, as construtoras têm o maior desafio. Com estouros de orçamento nos últimos dois anos, forte elevação nos custos e estoques altos, as companhias lutam para conseguir voltar à geração de caixa e adequação nos novos projetos de lançamento.
Sim, teremos vida após a copa. E muito trabalho para enfrentar os desafios que virão. ​
Paulo Augusto Grandi é especialista em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas e Bacharel em Administração de Empresas pela Universidade de Caxias do Sul. Atualmente está cursando Mestrado em Gestão de Negócios Internacionais pela Ohio University. È diretor da Semeq Inc, professor do FGV Management e Diretor da GForte Incorporações. ​
Fonte: http://www.panoramadenegocios.com.br/2014/05/coluna-do-professor-paulo-grandi_24.html
REMOVER TODOS
COMPARE
0