Nao Sabe Como Aumentar A Produtividade No Trabalho Veja Aqui.jpeg

O ambiente de trabalho possui muitas responsabilidades, constantes cobranças e acúmulos de atividades. Por isso, é fundamental entender como aumentar a produtividade, a fim de cumprir as expectativas e fazer um trabalho de qualidade.

Problemas de saúde, falta de motivação e procrastinação podem prejudicar a execução das suas funções. Muitas vezes nos concentramos em tarefas desnecessárias ou acabamos nos distraindo com os diversos estímulos do ambiente. Um exemplo são os smartphones e a internet, que estão sempre presentes no nosso dia a dia e podem prejudicar nossa atenção.

Quando perdemos o foco, estamos prejudicando a entrega e a qualidade dos resultados que apresentamos. Para um bom desempenho, é preciso colocar em prática algumas técnicas. Pensando nisso, preparamos este artigo com algumas dicas para ajudar você a elevar a produtividade da melhor maneira possível. Boa leitura!

Desenvolva a técnica Pomodoro

Esta é uma técnica simples e eficiente. Ela consiste em dividir seu tempo em blocos de 25 minutos dedicados ao trabalho e 5 minutos de descanso. Após 4 blocos, ou seja, a cada 2 horas, você faz uma pausa maior — de 30 minutos. Confira melhor o passo a passo:

  1. faça uma lista com as tarefas que você precisa executar no dia;
  2. coloque um temporizador cronometrando 25 minutos;
  3. inicie a primeira tarefa;
  4. quando o alarme tocar, pare e descanse por 5 minutos. Use esse tempo para ir ao banheiro, tomar uma água ou conferir as notificações no celular;
  5. se a tarefa não tiver acabado, recomece-a. Se ela já finalizou, inicie outra;
  6. após o alarme despertar 4 vezes, faça uma pausa de meia hora.

O segredo dessa técnica é evitar que você se estresse por falta de uma válvula de escape. Os blocos de 25 minutos com pausas de 5 minutos são considerados ideais para que você não perca o foco, porém, você pode adaptar o tempo de acordo com as suas necessidades.

Divida bem o seu tempo

Exigir demais do seu corpo e da sua mente não ajuda a aumentar a produtividade. Muito pelo contrário, essa atitude pode prejudicar o trabalho e causar exaustão. Por isso, é importante dividir o seu tempo de trabalho e de descanso.

Procure dormir bem e sempre que sentir que não consegue trabalhar mais, pare, respire e relaxe. Dê uma volta, se necessário, e você perceberá que quando voltar conseguirá produzir mais e melhor.

Evite o excesso de atividades no seu dia. Não adianta querer cumprir 20 tarefas complexas em 8 horas. Se fizer isso, você corre o risco de se perder no caminho. Portanto, priorize as funções principais e execute-as primeiro.

Tome cuidado com as distrações

A tecnologia é o meio de trabalho e a válvula de escape de muitas pessoas. O problema é quando o excesso de notificações e checagens das redes sociais passam a prejudicar seu foco e sua produtividade.

Dessa forma, procure desligar os aparelhos ou deixá-los longe do seu alcance quando for trabalhar ou estudar. Deixe para conferir as mensagens e os e-mails no momento em que estiver no seu tempo de descanso. Além disso, mantenha seu local de trabalho limpo e organizado.

Inspire-se em outras pessoas

Muitas pessoas sabem como aumentar a produtividade e têm métodos particulares para isso. Veja dois exemplos:

  • Ernest Hemingway, escritor norte-americano falecido em 1961, era mais produtivo quando escrevia em pé;
  • Woody Allen, famoso roteirista, cineasta, ator, escritor e músico norte-americano, é mais produtivo e criativo após tomar vários banhos.

Você pode se inspirar no trabalho de pessoas famosas ou no líder da empresa para promover algumas mudanças na sua rotina e adotar novos hábitos que façam sua produtividade decolar.

Use a “regra dos 2 minutos”

Essa regra, também conhecida como metodologia GTD: Getting Things Done, foi desenvolvida por David Allen e tem como principal foco fazer as coisas acontecerem. A ideia é eliminar todos os bloqueios mentais e fazer você se dedicar inteiramente à execução das atividades.

Dessa forma, você elimina o estresse e a preocupação com os prazos e torna-se capaz de se ajustar aos acontecimentos inesperados e passa a desenvolver um sistema pessoal de organização do trabalho. Tudo isso de acordo com a sua rotina.

O passo a passo é bem simples e consiste em 5 etapas:

  1. coletar: anotar todas as atividades e projetos que precisam ser executados a curto, médio e longo prazo;
  2. processar: consiste em avaliar suas tarefas e classificá-las como projetos, compromissos, delegáveis, desnecessárias e instantâneas — para fazer em 2 minutos;
  3. organizar: alocar as tarefas e seus prazos em ordem de execução;
  4. executar: colocar todo o planejamento em ação;
  5. revisar: reavaliar as atividades e verificar a necessidade de alteração do cronograma.

Tenha foco

Saiba exatamente o que pretende alcançar e por quê. Ter isso em mente nos dá forças nos momentos de dificuldade. Além disso, defina quais serão as metas que devem ser cumpridas para conquistar o objetivo final. Essas metas podem ser diárias, semanais ou mensais.

Foque em cumprir tudo que foi planejado, sem questionar ou procrastinar. Avalie seu desenvolvimento e lembre-se de que é importante abrir mão de algumas coisas em prol da sua evolução pessoal.

Busque ampliar seu conhecimento

Quando temos conhecimento sobre determinado assunto, é muito mais fácil e rápido buscar uma resolução eficiente para os problemas. Por esse motivo, é importante sempre se aperfeiçoar na sua área de atuação — seja por meio de cursos, especializações, workshops ou palestras.

Estudar frequentemente expande o leque de soluções e facilita a tomada de decisões positivas para as questões do trabalho. As empresas que incentivam seus colaboradores a se manterem atualizados a respeito do exercício de suas funções tendem a ganhar mais vantagem competitiva no mercado.

Agora que você sabe como aumentar a produtividade no trabalho, não deixe de avaliar constantemente seu rendimento e buscar formas de melhorá-lo. E não se esqueça de que, para construir uma carreira sólida, é necessário ampliar suas competências profissionais. Para isso, busque uma instituição de ensino que seja qualificada e conceituada no mercado.

Se você gostou das nossas dicas, não deixe de curtir nossa página no Facebook! Assim, você acompanha mais conteúdos como este diretamente no seu feed de notícias!

REMOVER TODOS
COMPARE
0