Feliz No Trabalho

A mudança simples que vai fazer você ser mais feliz no trabalho – Na reunião de hoje cedo, seu colega de trabalho fez um comentário sarcástico e sua chefe nem sequer mencionou aquele projeto grande que está com você.

Você poderia reagir de uma destas duas formas:

Ficar com essas coisas engasgadas e deixar sua produtividade cair ou optar por interpretar que essas duas pessoas não fizeram nada por mal. Em vez de ficar pressupondo o pior, você pode decidir pressupor o melhor.

Por exemplo: pode ser que você tenha interpretado mal o comentário do colega. Ou talvez sua chefe tenha pulado seu projeto porque ela sabe que você está no controle e pretende incentivar quem está atrasado de acordo com o cronograma.

Ao aceitar a possibilidade de que talvez ninguém tenha feito nada por mal, você se sentirá bem mais feliz no trabalho, porque não vai se deixar abater por ressentimentos nem raiva. Pense em quanto seria muito mais fácil voltar para o trabalho pensando “Minha chefe não fica se intrometendo em cada detalhe do que faço”, em vez de pensar “Minha chefe ignora todos os projetos no qual trabalho”.

Se tiver dificuldade em pensar desse jeito, lembre-se daquela vez em que você escreveu um e-mail sobre seu deslocamento até o trabalho e depois percebeu que a mensagem estava seca. Ou quando foi grosseiro por causa de algo que estava acontecendo fora do trabalho — que não tinha nada a ver com seu colega. Na boa, se você parar de ficar obcecado com coisinhas pequenas, vai liberar todo o tempo e a energia que teria gastado se preocupando com isso.

Mas é claro que não estou sugerindo que você finja que uma situação ruim é boa. Se acontecer de um colega de trabalho ser grosso com você com frequência ou se sua chefe sempre ficar puxando o saco das mesmas pessoas, tome uma atitude.

No caso do colega, você pode iniciar uma discussão com algo como: “Eu gostaria de conversar sobre nossos estilos de comunicação. Não sou uma pessoa muito sarcástica e tenho uma tendência de levar comentários desse tipo para o lado pessoal” (se ele não mudar o tom depois dessa conversa, talvez seja necessário levar a discussão para seu gerente ou para o RH). No caso da chefe negligente, diga: “Tenho umas dúvidas antes de avançar para o próximo estágio do meu projeto. Podemos marcar uma reunião separada?”.

Mas, de maneira geral, quando a situação não parece séria o suficiente para marcar uma reunião de follow-up, experimente essa estratégia. Você vai se surpreender com o quanto vai se sentir melhor quando optar por ter um pensamento positivo.

Este artigo foi escrito por Sara McCord do The Daily Muse e licenciado oficialmente pela rede de editores NewsCred.

Fonte: Content Loop

REMOVER TODOS
COMPARE
0