Mercado de trabalho: tendências de contratação e gestão em 2022

O ano de 2021 já está chegando ao fim, e com a chegada do novo ano vem novas tendências do mercado de trabalho.

Separamos algumas dessas tendências para você que busca uma oportunidade de emprego, ou uma recolocação. Afinal, saber as movimentações do mercado de trabalho, assim como as principais qualidades buscadas pelos gestores é importante nesse momento.

Tecnologia, home office e escritórios híbridos 

Não é novidade que a pandemia trouxe alguns bons recursos do ponto de vista tecnológico, muitas foram as inovações derivadas na necessidade de distanciamento social. Sobretudo no que diz respeito ao home office, adotado por grande parte das empresas.

Essa é uma tendência que pretende continuar em 2022, muitas companhias perceberam que podem operar bem com o trabalho remoto, ou o trabalho hibrido, parte home office e parte presencial.

Também é um fator que facilite quem está ingressando novamente no mercado de trabalho, porque pode buscar oportunidades remotas em qualquer lugar do país e não mais apenas na sua região.

Rotatividade dos colaboradores

Também derivado do avanço do home office e a facilidade de buscar empregos em outras regiões, vemos um aumento na rotatividade dos colaboradores. Uma pesquisa da Korn Ferry mostrou que 55% dos profissionais acreditam que a rotatividade de colaboradores vai aumentar em 2022.

Além disso, 31% dos entrevistados dizem que deixariam seu emprego, mesmo que não tivessem outro. Os fatores mencionados por eles foram pontos como: reavaliação de suas prioridades frente à pandemia; falta de avanço na carreira; melhores salários ou benefícios.

Por isso, os gestores devem estar atentos quanto ao clima dentro dos escritórios, evitando assim perda de boas peças. Também é interessante pensar no pacote de benefícios oferecidos e se ele é competitivo ao mercado.

Humanização das relações de trabalho

Não é de hoje que a palavra humanização estampa as revistas de RH. Não é para menos, com o advento da pandemia muito se foi considerado em relação a nossa vida, saúde mental e relações com o trabalho. Portanto essa tendência continua forte em 2022.

É momento de avaliar os instrumentos de gestão, entender o que vem funcionando na sua equipe e tentar implementar novas técnicas e recursos. O objetivo é criar um ambiente leve, que favoreça o crescimento e comunicação dos colaboradores.

Muitos dos profissionais tiveram um aumento em situações de estresse e ansiedade nesse período de isolamento social. Uma pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados, informa que 70% dos profissionais sentiram negativamente o impacto desse momento.

Por isso, é importante reforçarmos o fator humano das relações. Além de estimular o crescimento e cuidado da saúde mental das equipes. Um time menos ansioso e menos estressado, é um time mais feliz e produtivo.

ESG: agora em um novo patamar competitivo

Esse que é outro termo debatido assiduamente no último ano, será parte importante das empresas em caráter competitivo. O Guia Salarial mostra que 83% dos profissionais dizem que, durante um processo seletivo, tendem a valorizar mais as organizações que possuem agenda ESG. E ainda, metade dos entrevistados disse que não troca de emprego, porque a empresa na qual atua olha para essas iniciativas.

Além disso, com a maior familiaridade com a internet e dispositivos online, o consumidor vem se tornando mais crítico e consciente. O que os leva também a buscar produtos e serviços de empresas que estejam alinhadas com seus valores.

Representatividade e soft skills

Não só o consumidor está mais crítico, como vem cobrando medidas efetivas das empresas que consome. É chegado um novo momento no fator representatividade, onde colaboradores e clientes vem cobrando por atitudes inclusivas.

Muitos gestores vêm adotando modelos que visam profissionais por suas soft skills, que são habilidades e competências comportamentais, mais do que de hard skills, que são habilidades de formação técnica ou graduação.

Isso também impacta na qualidade do trabalho, afinal quando o profissional se sente aceito por quem é, longe de padrões ou preconceitos, ele tende a trabalhar pela empresa, visando seu crescimento continuo.

Confiança no segundo semestre de 2021

De acordo com uma pesquisa realizada pela Robert Half, empresa de consultoria em RH, cerca de 48% dos gestores e empresários entrevistados estão confiantes no segundo semestre de 2021. Isso aumenta a esperança dos setores de RH para começar o próximo ano com contratações estratégicas visando crescimento.

Se você busca uma recolocação, é um bom momento para investir em um curso focado na área que está visando trabalhar, assim demonstra que está apto para uma nova oportunidade.

A velocidade das conexões vem se tornando padrão para a velocidade de mudanças nos ambientes de trabalho. Contudo, o cerne de uma boa empresa continua sendo seus trabalhadores e competências no escritório. As mudanças podem ser rápidas, mas bons profissionais continuarão sendo reconhecidos por seus méritos.

Fique por dentro

Assine nossa Newsletter e receba as novidades por email
Get in touch

872 Arch Ave. Chaska, Palo Alto, CA 55318
[email protected]
ph: +1.123.434.965

Work inquiries

[email protected]
ph: +1.321.989.645