Lições de uma multinacional para sua empresa vencer a crise

Lições de uma multinacional para sua empresa vencer a crise

A crise econômica pela qual passa o Brasil não é desculpa para os empreendedores jogarem a toalha. “A crise traz muitas oportunidades”, afirma o argentino Guibert Englebienne, co-fundador da empresa de tecnologia Globant. Ele participou do CEO Summit, evento para empreendedores que acontece hoje em São Paulo.

Englebienne lembra que sua empresa nasceu durante um período de crise naArgentina. “A crise nos empurrou a buscar mercados globais e isso era um desafio. Tínhamos que entrar num avião, falar inglês 100%, e isso nos conectou com um mercado meritocrático, o que fez muito bem para a empresa”, conta. Hoje, a Globant é uma multinacional presente em sete países, com clientes de peso como Coca-Cola, Fox e Petrobras e ações na bolsa de Nova York.

Aos empreendedores brasileiros, Englebienne recomenda: “Vejam fora da área de conforto, busquem oportunidades e tenham equipes sólidas. Quando o mar está agitado as pessoas tendem a não querer sair, mas descobri que, se você tem uma boa equipe, você se anima a fazer qualquer coisa”. Para ele, “os empreendedores são supervalorizados”. “São nossas equipes, as pessoas, que fazem as coisas acontecerem”, afirma.

Outro empresário que falou durante o evento foi Bernardo Ouro Preto, fundador da rede de mercados St. Marche. Assim como Englebienne, Ouro Preto trouxe um discurso mais otimista aos empreendedores que acompanhavam o evento.
“Quando você é empreendedor, você acredita naquilo cegamente, acredita contra qualquer coisa que alguém te fale, e isso pode significar ficar dez anos apanhando”, afirma.

Vindo de uma família de embaixadores, Ouro Preto não tinha experiências anteriores no empreendedorismo, muito menos no varejo. Mas isso não foi uma barreira para ele. “Abrimos nossa primeira loja e passamos quatro anos aprendendo como aquilo funcionava, aprendendo a fazer pão, cortar frios e operar o caixa. Colocamos um pé na frente do outro, sem pressa”, afirma. Com foco na classe média alta, a rede tem hoje 18 lojas.

Para garantir o sucesso da rede e a satisfação de seus clientes, Ouro Preto afirma que procura sempre olhar o setor com outra perspectiva. “Quando precisamos contratar nosso primeiro gerente, não fomos atrás de alguém com experiência d=no varejo de alimentos, porque ele ia fazer o que todos já fazem. Para terem ideia nossa primeira gerente tinha estudado artes e não entendia nada de varejo”, lembra o empresário.

Fonte: Exame

Fique por dentro

Assine nossa Newsletter e receba as novidades por email
// Acesso rápido
Get in touch

872 Arch Ave. Chaska, Palo Alto, CA 55318
[email protected]
ph: +1.123.434.965

Work inquiries

[email protected]
ph: +1.321.989.645