Franquia

A importância do bom planejamento

“A estratégia é uma necessidade para qualquer empresa, não importa o tamanho”
Michael Porter

Todos os tipos de empreendimentos apresentam seus próprios desafios no dia-a-dia dos negócios.
Muitos são os fatores que causam o sucesso ou fracasso de uma empresa. E na prática, é muito
importante que os sócios proprietários da empresa procurem conhecer bem os dois caminhos,
para traçar seu planejamento em busca do melhor.

No sistema de franchising, o franqueador, tendo antes percorrido o caminho que os franqueados
querem hoje percorrer, e sobretudo, por ter conhecimento do mercado e dos clientes da marca,
podem,  com um bom planejamento, se tornarem excelentes franqueadores. Porém precisam antes
conhecer bem o sistema de franchising e entendê-lo como um método de expansão inovador e que
exige preparo para desenvolver parcerias comerciais com responsabilidade social.

Por outro lado, os franqueados querem ter acesso a informações sobre o negócio e precisam
aprender a gerenciar bem a empresa e seus processos. E assim, ao adquirir uma franquia,
o franqueado – como novo empresário, receberá do franqueador, além do direito de uso da
marca; todo o know-how – administrativo e operacional do negócio.

Para o franqueado que busca aprendizado organizacional, precisa entender bem qual é a
sua função dentro de sua franquia – empresa. Como dono ele precisa da visão sistêmica do
negócio. Dentro da empresa o franqueado precisará gerenciar pessoas em várias funções,
sejam elas gerenciais e operacionais. Mas vale lembrar, a função de direção é do franqueado,
que é o dono da empresa. O franqueador não manda nada dentro da empresa franqueada. O
franqueado deve respeitar o contrato e os padrões definidos pelo franqueador, normalmente
especificados dentro dos manuais.

Então, pronto – você comprou uma franquia! Agora você é uma pessoa do varejo. E, lidar com o varejo sempre exigiu aprendizado contínuo e geração de valor. Muitos dos comerciantes que sobreviveram às mudanças econômicas e sociais são aqueles que buscaram se atualizar, que aprenderam e ensinaram com a sua própria experiência. Mudaram de atitude, desenvolveram-se e conquistaram a condição de empresário, e sabem hoje que o crescimento exige sempre planejamento, gerenciamento e controle.

O varejo caminha com a humanidade, passa por transformações e modernizações, e o franchising como um tipo de operação de varejo, também evolui e se moderniza. A cada dia que passa, surgem no mercado novas marcas, que quando bem planejadas e administradas, encontram o caminho da prosperidade para todos dentro da rede.

Muitos dos empresários que se interessam em franquear a sua operação comercial, acreditam que basta ter um negócio que se diferencia no mercado e pronto, já podem se multiplicar via franchising. A coisa não é bem assim.  Além da liderança do empresário franqueador que é muito importante, a empresa precisará elaborar uma estratégia sólida e exclusiva para ela e toda a rede. O objetivo da Franquia não deve ser somente aumentar o tamanho enquanto rede, mas consolidar uma posição de sucesso, ter constância de propósito – estar sempre de olho na missão, visão, objetivos, princípios e metas.

Para se manter no mercado, com sucesso, a rede precisa ter visão de futuro e a cada dia trabalhar para tornar-se o negócio diferenciado e fortalecido. E aqui está a importância do bom planejamento. Cabe ao franqueador desenvolver estratégias para a rede, visualizar o crescimento de todos, valorizar os franqueados e seus empregados – treinar, desafiá-los a se diferenciar no mercado e conquistar metas. É bom lembrar: planejamento não é uma coisa só para grandes empresas.

Carlos Ruben Pinto – Administrador de Empresas, Consultor de Franquias e Varejo.

Fonte: Sucesso Empresarial

REMOVER TODOS
COMPARE
0