Gestão Empresarial Pós Panademia

Profissionais éticos, com multiconhecimento e que atuem em todos os tipos de instituições, sempre foi e continua sendo o grande desejo do mundo corporativo. Por conta da crise causada pela Covid-19, proporcionado a velocidade das transformações, digitalização dos serviços e trabalho remoto, empresas de todos os setores passaram a enfrentar um quadro cada vez mais desafiador e, nesse cenário, um gestor empresarial pode ser considerado a peça-chave para o sucesso dos negócios. Mas afinal, o que é a gestão empresarial?

Com foco no crescimento e alcance de maiores e melhores resultados, o conceito de gestão empresarial não está limitado em uma única resposta ou aplicação. Relacionado com metas, organização de processos, planejamento estratégico, análises de custos, compras, vendas, pagamentos e recebimentos, contratações e demissões, em resumo, a gestão empresarial é o conjunto de ações e estratégias, utilizando de seus recursos financeiros (capital), estruturais (espaços, máquinas, equipamentos, tecnologias) e humanos (funcionários, fornecedores, investidores, parceiros, clientes).

Outro detalhe, é que o tipo de gestão depende muito do estilo dos líderes, da cultura organizacional e da natureza do negócio. Vale lembrar, que essa é uma escolha importantíssima, pois irá refletir diretamente no sucesso da companhia, por isso, é preciso conhecer muito bem cada modelo antes de definir qual será o ideal e predominante na rotina da empresa. Conheça os tipos de gestão aqui.

 

O que faz um gestor empresarial?

Além da gestão empresarial ter um conceito abrangente – como visto acima – a atuação de um gestor empresarial também é ampla. Considerado um profissional generalista, ele é responsável por otimizar processos e agir como um facilitador na equipe.

O gestor empresarial delega tarefas, auxilia o time, é responsável por elaborar os cronogramas de atividades e traçar os objetivos e metas para as equipes e empresa. Criar canais de comunicação efetivos, também é uma tarefa desse profissional, que precisa alcançar e estar presente em todos os grupos e subgrupos empresariais.

Além desses atributos, também é necessário algumas habilidades pessoais, como inteligência de mercado, visão estratégica, gestão de conflitos e boa comunicação.

 

Colocando em prática

Agora, você já identificou o papel do gestor, já conheceu os detalhes, vantagens e importância que a ferramenta de gestão pode proporcionar. E, para te auxiliar ainda mais, nós elencamos quatro passos essenciais dessa tarefa. Confira:

 

– Planejamento

O planejamento é o grande responsável por elaborar as metas e definir em qual posição a empresa almeja chega. Ao confeccionar um bom planejamento e executá-lo com maestria, você consegue mitigar riscos, minimizar danos e conduzir o negócio aos melhores resultados. Vale lembrar, que muitas vezes, durante o caminho, pode ser necessário fazer uma revisão e correção de processos.

 

– Indicadores de desempenho

Considerado um instrumento de gestão complementar ao planejamento, ter indicadores de desempenho é uma forma de o gestor avaliar o seu negócio e identificar se ele caminha no rumo certo, em direção à concretização de seus objetivos. Entre as ferramentas, é possível utilizar a Análise SWOT, 5W2H e Balanced Scorecard.

 

– Software de gestão empresarial

Hoje, é possível encontrar no mercado diferentes sistemas de gestão empresarial, conhecidos como ERP – Enterprise Resource Planning ou Sistema Integrado de Gestão Empresarial, para os mais variados portes de empresa.

São softwares que conectam as diferentes áreas de um negócio, compartilham informações e oferecem relatórios para análises detalhadas. Em uma venda, por exemplo, o uso desses softwares pode gerar informação ao financeiro (para cobrança), ao administrativo (para faturamento e emissão de nota fiscal), ao estoque (para saída de item) e para o departamento de compras (para reposição).

 

– Qualificação profissional

Segundo especialistas, no pós-pandemia, estar preparado para os novos desafios e exigências do mercado será essencial, afinal, a boa formação sempre será um fator crucial para quem quer se destacar no mercado.

Pensado nisso, a Fundação Getulio Vargas (FGV) lançou o MBA Live. Com aulas realizadas via webconferência, durante o MBA em Gestão Empresarial, você receberá conteúdo atualizado, ficando preparado para desenvolver ações e estratégias para lidar com os desafios, administração das demandas, equipes e rotina.

Através de ferramentas estratégicas da administração moderna, esse curso de gestão empresarial atende todas as necessidades do mercado e das exigências que foram citadas nesse blog. Para conhecer os detalhes desse MBA que já está disponível na IBE Conveniada FGV, clique aqui.

 

Gostou desse conteúdo? Continue acompanhando o nosso blog e confira textos exclusivos. Acesse e tenha uma boa leitura!

 

IBE Conveniada FGV

Your compare list

Compare
REMOVER TODOS
COMPARE
0