Financas Corporativas Como Fazer Uma Gestao Eficiente.jpeg

A área de finanças corporativas é responsável por conduzir todas as decisões financeiras de uma empresa, com o objetivo de reduzir riscos e valorizar o negócio no mercado. Não se trata apenas de cuidar das contas a pagar e receber, mas também de apoiar decisões de precificação, otimizar custos, gerenciar mudanças na estrutura de capital, entre outras tarefas estratégicas.

Todos os projetos da organização dependem diretamente de uma boa gestão financeira, já que esse setor é o principal responsável pela distribuição de recursos. Para administrá-los de forma efetiva, os gestores precisam se capacitar adequadamente. Do contrário, o despreparo pode custar muito caro para o empreendimento.

Pensando nisso, explicamos, neste artigo, as principais atitudes que um gestor deve tomar para fazer uma boa gestão das finanças corporativas. Você aprenderá tudo sobre planejamento, ferramentas e estudos que deve buscar para se tornar um expert no assunto. Confira tudo a seguir!

Faça um planejamento

Fazer uma boa gestão das finanças corporativas requer muito planejamento. O primeiro passo é avaliar as necessidades da empresa e definir seus objetivos. Faça questionamentos como: é preciso cortar custos? Devo direcionar verba para um departamento específico? É necessário investir mais em treinamentos? Essas ações devem ser levadas em consideração e estar devidamente documentadas logo de início.

Depois, é preciso avaliar quais caminhos serão tomados para a otimização dos custos e o crescimento financeiro da organização. A ideia é apresentar tudo isso em números aos demais gestores para facilitar a compreensão a aprovação do plano. Estimativas dos orçamentos mensais de receitas e despesas são fundamentais nessa etapa.

A partir disso, será possível fazer projeções do fluxo de caixa, de modo a identificar as melhores formas de financiar o capital de giro. Ao examinar essas projeções, você será capaz de avaliar se o desempenho previsto está alinhado às metas da organização, além de identificar alternativas de crescimento e investimento para o negócio.

Tenha controle do que entra e sai

Muitos gestores comentem o erro de não acompanhar de perto o fluxo de caixa da empresa. Com isso, perdem a percepção do negócio e passam a considerar uma situação financeira muito longe da real. Esse é um tremendo risco para a organização, já que os gastos podem se tornar mais altos do que poderiam ou mais baixos do que deveriam.

Para ter mais precisão nas decisões estratégicas, é essencial acompanhar tudo o que entra e o que sai da conta da empresa. Verificar quais são as fontes de receita e o destino do dinheiro gasto pode ajudar muito na hora de reavaliar algumas decisões e ajustar a rota do negócio.

Invista em ferramentas de gestão

Como vimos até o momento, cuidar das finanças corporativas é um trabalho árduo, que envolve muita atenção e diversas etapas. A boa notícia é que podemos contar com o auxílio da tecnologia para torná-lo mais fácil. Hoje, existem diversos aplicativos que cuidam da gestão de tempo, automatizam processos e aumentam a produtividade na gestão financeira.

Para empresas que estão começando e não podem contar com um profissional especializado, essas ferramentas são uma excelente alternativa. No entanto, na medida em que o negócio cresce, é fundamental contratar uma equipe de confiança para monitorar de perto a gestão financeira.

Busque preparo acadêmico

Gestão de finanças corporativas é um assunto sério. Por isso, é primordial buscar a capacitação certa para conseguir conduzir esse trabalho com eficiência. A melhor opção do mercado para se tornar um profissional completo na área é o MBA em Gestão: Finanças, Controladoria e Auditoria, da IBE Conveniada FGV.

Confira a seguir todos os detalhes sobre o curso e a sua grade curricular.

Objetivo do curso

Esse MBA foi criado para atualizar e aprofundar conceitos em gestão financeira corporativa. Ao longo das aulas, o aluno se capacita para planejar e controlar as finanças de um negócio em todos os níveis, além de adquirir conhecimento nas mais modernas técnicas de auditoria do mercado.

Público-alvo

Por se tratar de um MBA, o curso é indicado para pessoas com, no mínimo, cinco anos de atividade profissional. Esse tipo de especialização tem foco muito grande na troca de experiências entre os alunos. Portanto, pessoas com pouca bagagem podem se frustrar ou não aproveitar tudo o que as discussões têm a oferecer.

Dito isso, o curso é voltado para quem deseja se tornar um executivo sênior com habilidades gerenciais e um arsenal de competências na área financeira/contábil. Além do conhecimento especializado, o aluno termina o MBA com a visão macro de negócios plenamente desenvolvida.

Profissionais de TI que trabalham com módulos financeiros/contábeis também podem se inscrever, com o intuito de prestar melhores serviços aos seus clientes.

Grade curricular

O MBA é formado por três módulos principais:

  • Módulo Básico de Gestão (192 horas de duração): o aluno é capacitado em todas as disciplinas básicas de um gestor. São abordados assuntos como gestão de pessoas, negociação, marketing, finanças e planejamento estratégico. O fechamento desse módulo acontece por meio da atividade Jogos de Negócios, que ocupa 24 horas da carga horária total;
  • Módulo de Ênfase (196 horas de duração): neste módulo, são aprofundados assuntos específicos sobre finanças corporativas, como orçamentos, controladoria, gestão de custos e tributos. É encerrado com atividades de Desenvolvimento de Carreira, com 24 horas de duração;
  • Módulo internacional (40 horas de duração): esse é um dos grandes diferenciais do MBA da IBE. Por meio de convênios com as principais escolas de negócios do mundo, o aluno tem a oportunidade de escolher entre as aulas das universidades de Stanford, Miami ou Ohio.

Essas foram as nossas dicas sobre como fazer uma gestão eficiente das finanças corporativas! Agora que você já sabe tudo sobre o assunto, que tal colocar o que aprendeu em prática? Faça um bom planejamento, acompanhe de perto o fluxo de caixa e, principalmente, busque preparo formal no assunto. Dessa forma, você vai ser tornar um profissional completo e trará excelentes resultados para o seu negócio!

Gostou do post? Se tiver alguma dúvida sobre gestão de finanças corporativas, entre em contato conosco. Será um prazer ajudar a resolver o seu problema!

REMOVER TODOS
COMPARE
0