Falta de Gente ou de Gerenciamento de Tempo?

Falta de Gente ou de Gerenciamento de Tempo?

Sergio Miorin

A SM-Consultoria, Treinamentos e Palestras, quando realiza trabalhos voltados a consultoria, treinamentos ou palestras, tem uma metodologia de ouvidoria para chegar às causas, para não se repetir os problemas. Essas causas são diversas, que impossibilitam o não atingimento da produtividade, automaticamente das metas e resultados das organizações.

Os gestores e dirigentes relatam que as causas prováveis são muitas, dentre elas, falta de recurso financeiro, falta de ferramentas adequadas, falta de mão de obra especializada, falta de política de Recursos Humanos bem elaborada. Mas o grande vilão e do qual todos reclamam constantemente é a falta de profissionais (braço para realizar as tarefas).

A pergunta é: há falta de mão de obra ou de tempo? A grande maioria dos depoimentos desses gerentes e diretores relata que a quantidade esmagadora de tarefas, rotinas, projetos (atribuições) é maior do que a quantidade de horas de trabalho.

O que acabamos detectando é que faltam o gerenciamento de tempo, de organização de suas atribuições com ferramentas simples, rápidas e com retorno imediato, e não falta contratação (e mais custo para a empresa).

O gerenciamento do tempo é um dos principais desafios que se colocam aos profissionais, gestores, diretores, e/ou presidentes.  Esses profissionais têm de saber gerir o tempo disponível com grande eficácia, definindo prioridades, planejando e organizando as suas agendas.

O gerenciamento do tempo é um dos fatores mais críticos do sucesso ou fracasso de um profissional, independentemente do nível em que está e cargo que ocupa.

Tudo começa com uma boa autogestão e disciplina: saber definir o que é realmente importante, que tarefas consomem mais tempo, executar uma tarefa de cada vez e definir a sequência certa das tarefas a desempenhar são bons pontos de partida.

Para tomar a decisão certa em relação à tarefa, investimento, projeto ou qualquer outro aspecto, esses profissionais precisam  identificar o que é importante, circunstancial ou urgente.

Quando conseguimos diagnosticar o que é importante, circunstancial ou urgente, conseguimos priorizar as nossas ações. Também conseguimos não deixar o importante virar urgente, que é o que mais acontece nos negócios e nas nossas vidas tratando de assuntos particulares.

Seguem as definições dos status:
Importante: Tem tempo para ser feito, pode esperar horas, dias, semanas, meses, etc.

Circunstancial: São tarefas desnessárias, são os gastos de tempo de forma inútil. É a  estrada que não leva a lugar algum, que não traz resultados, apenas fustrações. Não agrega valor, ou seja, não deveria existir.

Urgente: Reúne todas as atividades para os quais o tempo é curto ou se esgotou. São as atividades que surgem em cima da hora, que não podem ser previstas, mas que geralmente causam estresse. A frase que se costuma usar é a seguinte: urgente é tudo que não foi feito em tempo hábil.

Para você conseguir um maior tempo para trabalhar na esfera importante, precisa delegar tarefas.

Seguem algumas dicas:

A quem você pode delegar? O que irá delegar? Quanto você delegará? Quais as necessidades de aprendizagem e supervisão de quem está recebendo a tarefa? Como motivar os colaboradores a fazer a tarefa? Elogio, incentivo e feedback constante. Sempre solicitando como ajuda. Os profissionais precisam entender que é bom para o gestor, para a área e para a empresa.

Caso seja necessário, elaborar um programa de treinamento bem desenhado, para dar suporte às necessidades e dificuldades de execução.

Sergio Henrique Miorin é Graduado em Engenharia Elétrica modalidade em Eletrônica pela USF – Universidade São Francisco, Pós-Graduado Especialista em Engenharia de Redes e Sistemas de Telecomunicações pelo INATEL – Instituto Nacional de Telecomunicações, Pós-Graduado Especialista MBA em Gestão Empresarial pela FGV – Fundação Getúlio Vargas e mestrando em Educação pela Unisal. É Diretor Geral da SM – Consultoria, Treinamentos e Palestras, colunista no Jornal de Valinhos, consultor de empresas e leciona em instituições de ensino, em cursos técnicos, graduação, pós-graduação especialização e pós-graduação especialização MBA como: IBE/FGV

Fonte: Panorama de Negocios

Fique por dentro

Assine nossa Newsletter e receba as novidades por email
// Acesso rápido
Get in touch

872 Arch Ave. Chaska, Palo Alto, CA 55318
[email protected]
ph: +1.123.434.965

Work inquiries

[email protected]
ph: +1.321.989.645