GLOBAL

Empresas com negociações globais procuram profissionais que transitam em diversidade

A interação com diferentes tipos de culturas está mudando as demandas de profissionais e empresas que atuam no mercado global. Se antes era preciso dominar ao menos o inglês, hoje é necessário que se saiba interagir não apenas com estrangeiros, mas com equipes de culturas organizacionais distintas, mesmo dentro do país.

“A gente viu que nosso aluno de idiomas tinha necessidade de adquirir esses outros skills, chamados de soft skills por não serem prioridades. As próprias empresas começaram a ver que tinham muito custo em enviar executivos ao exterior e eles não se adaptarem”, exemplifica Silvia Freitas, diretora de Corporate Sales na Berlitz.

Os executivos hoje precisam lidar com o estrangeiro, mas também com culturas organizacionais diferentes, exemplifica a executiva. Para Silvia, o perfil que as empresas mais buscam, hoje, é o do profissional multicultural. “É o que transita bem no mundo da diversidade, que hoje é traduzida como fomento à inovação, porque traz diferentes perspectivas, favorecendo as boas ideias”, analisa.

A FGV e o ISCTE-IUL(Lisboa) desenvolveram um programa voltado para esse público executivo visando fornecer uma formação abrangente e atualizada nas várias áreas científicas e técnicas relevantes para o Gestor de Empresas, que permita-lhe adquirir a capacidade de aprender e progredir no conhecimento, em função dos objetivos pessoais e profissionais.

O programa MBA Executivo Global capacita o participante diante das especificidades dos mercados de negócios globais. Oferece às organizações globais a oportunidade de uma capacitação específica e eficaz sobre o ambiente de negócios nestes países e o potencial para novos negócios. O curso foi estruturado de maneira flexivel com módulos no Brasil e na Europa.

Mais informações: (19) 3739-6429 ou (11) 4583-8304. Próxima turma do MBA Executivo Global em abril.

Fonte: Amcham

REMOVER TODOS
COMPARE
0