Sitenoticia

Empresas brasileiras mudam forma de avaliar seus colaboradores

Nova pesquisa da Regus, líder mundial em soluções flexíveis de espaços de trabalho, revelou que 79% das empresas no Brasil estão mudando a forma de avaliar a performance de seus colaboradores deixando de focar no tempo gasto no escritório para medir os rendimentos individuais com avaliações baseadas em resultados. Essa mudança de comportamento sinaliza que o trabalho flexível está se tornando cada vez mais comum.

O estudo realizado com mais de 44 mil pessoas, de mais de 100 países, afirma que 59% das empresas brasileiras indicam que os negócios em suas áreas também usam o trabalho flexível como um mecanismo para reter e atrair talentos.

Com cada vez mais empresas adotando o trabalho flexível, a implementação de processos de gestão remota de sucesso é essencial para garantir que os melhores colaboradores se desenvolvam e sejam reconhecidos.

De acordo com a pesquisa, 62% da população gerencia um trabalhador remoto ou equipe ao menos uma vez por semana, no entanto, apenas 49% das empresas implementam treinamento especial para esse tipo de gestão. A especialização na liderança remota desempenha um papel fundamental nas relações entre o colaborador e gestor agregando maior motivação e compromisso com a empresa.

A pesquisa revela ainda que 69% dos brasileiros confirmaram que as empresas em que trabalham estão atentas para aumentar o número de trabalhadores remotos. O levantamento aponta também que 75% dos gerentes acreditam que o trabalho flexível pode ser produtivo; 42% são geridos por um gerente que trabalha remoto, pelo menos, uma parte do tempo; 75% afirmam que a gerência sênior pode realmente se beneficiar, e tornar-se mais produtiva, caso se adequem ao trabalho flexível e 48% concordam que os colaboradores mais jovens podem se tornar mais responsáveis e disciplinados com o trabalho flexível.

Para o diretor da Regus Brasil, Otávio Cavalcanti, a grande mudança cultural no ambiente de trabalho no sentido da flexibilidade continua a crescer. “Essa pesquisa mostra que as empresas estão adotando uma mudança cada vez maior. Com a melhoria da produtividade, melhor retenção de talentos e custos operacionais mais baixos, a implementação de processos de gerenciamento remoto de sucesso pode trazer enormes benefícios as empresas e colaboradores”, diz. “É importante ressaltar que, enquanto trabalhadores são geridos remotamente no mundo todo, poucas empresas investem em uma formação específica que poderia melhorar a transição da gestão do trabalho fixo no escritório para o trabalho móvel tornando-o ainda mais tranquilo e produtivo”, finaliza Cavalcanti.

A Regus é líder mundial em soluções flexíveis de espaços de trabalho. Sua rede de mais de 2.500 centros de negócios em 106 países fornece espaços convenientes e de alta qualidade para as pessoas trabalharem, seja por alguns minutos ou alguns anos. Empresas como Google, Toshiba e GlaxoSmithKline escolheram a Regus para trabalhar de forma flexível e tornar seus negócios bem-sucedidos.

A chave para o trabalho flexível é a conveniência e, pensando assim, a Regus está onde quer que seus 2,1 milhões de membros necessitem.

Fonte: Panorama de Negócios

REMOVER TODOS
COMPARE
0