Educação Executiva: Profissionalização é O Caminho Dos Líderes Abaixo De 40 Anos

Recentemente, a tradicional Revista Forbes lançou um ranking com os 20 mais poderosos CEOs abaixo dos 40 anos. Para o professor Cleber Zanetti da IBE Conveniada FGV, educação executiva, junto de ideias inovadoras e boa gestão, são os principais focos dessa nova geração de líderes.

“A formação executiva é importante, não apenas para os CEOs, mas para todos os profissionais que buscam evoluir técnica e profissionalmente”, avalia. A formação executiva é de extrema importância porque traz à tona uma série de ponderações do dia a dia, facilitando a tomada de decisões dos gestores.

Veja a pauta na íntegra publicada no site Contadores aqui. 

Educação executiva: profissionalização é o caminho dos líderes abaixo de 40 anos

Educação executiva: profissionalização é o caminho dos líderes abaixo de 40 anos 

 

Mark Zuckerberg, do Facebook, continua no topo do ranking. Ele é seguido diretamente por Marissa Meyer, a CEO do Yahoo!. O empresário de 39 anos, Jack Dorsey, é novidade na lista e ocupa duas posições, uma como CEO do Twitter e outra como CEO do Square.

Cleber pondera que é cada vez mais comum o surgimento de lideranças jovens, devido ao crescimento de startups e modelos de gestão com maior apelo aos jovens. Contudo, ele elenca algumas qualidades necessárias a todos os líderes:

“Todo gestor deve saber conduzir de forma coesa sua equipe, objetivando a concretização dos projetos com profissionalismo, ética, bom senso e expertise. O líder, mais do que tudo, deve ser um exemplo para sua equipe. Os modelos de gestão que contemplam respeito, feedback e trato com a equipe são favorecedores dos CEOs jovens.”

O professor estabelece que, por expertise ser um ponto importante, cada vez mais os líderes buscam modelos de formação executiva, como pós-graduação e MBA. “É difícil encontrar bons líderes, pois eles precisam apresentar um know-how de habilidades e competências bem avançado. Um líder que não consegue extrair o máximo potencial de sua equipe, ou não tem conhecimento necessário da área, dificilmente terá uma carreira de sucesso. Portanto, cada vez mais vemos a procura pelo modelo”, explica.

A pesquisa Cursos de Especialização Lato Sensu no Brasil, publicada pelo Instituto Semesp, traz um levantamento inédito sobre o cenário dos cursos de pós-graduação lato sensu, que corresponde a pós-graduação e MBA. O estudo revela que o número total de alunos que frequentam cursos de especialização de nível superior vem aumentando desde 2016 e a sua grande maioria frequenta cursos em instituições privadas (88%). Nos últimos quatro anos, houve um crescimento de 74% puxado pela rede privada, que aumentou 80% contra 41% na rede pública.

Para concluir, Cleber reforça que o fato de líderes mais jovens estarem surgindo, não apaga boas lideranças acima dos 40 anos. “Em minha jornada acadêmica já tive excelentes líderes em idade avançada”, finaliza.

A IBE Conveniada FGV tem vários programas desenvolvidos para todas as fases de formação dos altos executivos. Da Pós-Graduação ao MBA e CEO FGV, nossos programas são responsáveis pela formação da maioria dos CEOs eleitos como mais relevantes pela Forbes nos últimos anos. Um de nossos programas, para aqueles que já se encontram em fase avançada de liderança em suas empresas, é o CEO – Chief Executive Officer, um programa único, que prepara líderes empresariais para enfrentar os desafios diários e perenes impostos às organizações. As turmas estarão disponíveis em abril de 2021 para os interessados.

Outra iniciativa de destaque da IBE Conveniada FGV é o grupo CEO Insights, que reúne os altos executivos do cenário brasileiro em encontros para o debate de questões que sejam relevantes ao contexto dos mesmos. A 34ª edição do CEO Insights acontecerá dia 25 de março e trará como tema Blockchain: Oportunidades e Ameaças para sua empresa.

Your compare list

Compare
REMOVER TODOS
COMPARE
0