fbpx
Mulher Com Máscara Se Protegendo Do Coronavírus Covid-19
O novo coronavírus e os impactos globais: estamos preparados?

Epicentro de casos do coronavírus (Covid-19) no Brasil, o Estado de São Paulo começou sua quarentena nesta terça-feira (24).

O decreto estadual prevê que, entre os dias 24 de março e 7 de abril esteja suspenso o atendimento presencial ao público em estabelecimentos comerciais de bens e mercadorias, atacadistas, varejistas e ambulantes, além de prestadores de serviço não essenciais.

A suspensão não se aplica ao trabalho interno, o que possibilita restaurantes trabalharem por meio do delivery, por exemplo.

Um dia após o médico David Uip, coordenador do centro de combate ao coronavírus em São Paulo, revelar que está com Covid-19, o governador João Doria e o prefeito da capital Bruno Covas divulgaram que o resultado de seus exames foi negativo.

No país, o avanço da crise também leva à interrupção de serviços federais, como a entrega de passaportes. No mundo, a pandemia provocou o adiamento para 2021 dos Jogos Olímpicos de Tóquio.No país, o avanço da crise também leva à interrupção de serviços federais, como a entrega de passaportes. No mundo, a pandemia provocou o adiamento para 2021 dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

O governo de São Paulo também trabalha para montar hospitais de campanha. Serão 2.000 leitos: 1.800 no Anhembi e 200 no Pacaembu.

 

Economia global vai sofrer anos até se recuperar do impacto da pandemia

O mundo vai levar anos para se recuperar do impacto da pandemia do novo coronavírus, avaliou a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE, ou clube dos países ricos). O choque econômico já é maior do que a crise financeira de 2008 ou a de 2001, após os ataques de 11 de Setembro daquele ano. Um crescimento global previsto para este ano de 1,5%, disse, já soa otimista demais.

 

Vejas as notícias de hoje, mais uma vez de acordo com informações da edição brasileira de El País:

  • Japão e COI adiam para 2021 os Jogos Olímpicos de Tóquio.
  • Hubei, epicentro do coronavírus na China, acabará com a quarentena após dois meses.
  • Polícia Federal suspende entregas de passaporte.
  • Gol reduz 92% dos voos que opera dentro do país.
  • Estado de São Paulo começa quarentena para conter avanço da doença.
  • Exames de João Doria e Bruno Covas dão negativo para coronavírus.
  • Irã soma 1.934 mortes e refugiados afegãos começam a deixar o país.
  • Espanha tem 40.000 pessoas com Covid-19.
  • Itália pede que população não se iluda sobre recuo do vírus.

 

Com o foco em São Paulo, acompanhe tudo o que você precisa saber sobre a evolução da pandemia no estado.

– O governador fez novos anúncios para a contenção do coronavírus, que já tem 745 casos confirmados e 30 óbitos notificados.

– A partir de amanhã, detentos de todo o Estado começarão a produzir máscaras de proteção. A expectativa é que serão produzidas 26.000 máscaras por dia, totalizando 320.000.

– Após se reunir com governadores do Nordeste e Sul, o presidente Jair Bolsonaro se reunirá virtualmente com os governadores do Sudeste amanhã, das 9h às 10h.

– Também a partir de amanhã, a maioria dos Boletins de Ocorrência poderão ser feitos virtualmente. A única exceção são ocorrências que dependem da coleta imediata de provas. As demais ocorrências poderão ser registradas no endereço: www.delegaciaeletronica.policiacivil.sp.gov.br

– A secretaria de Saúde vai antecipar a inauguração do hospital de Caraguatatuba, no litoral Norte, que abrirá a partir da próxima segunda-feira (30).

– O governo de São Paulo também solicitou às concessionárias de energia elétrica a isenção do pagamento de conta de luz para consumidores mais pobres e a não realização de cortes de energia elétrica até 30 de julho. A medida ainda aguarda chancela da ANEEL.

– O infectologista David Uip foi afastado após ter sido testado positivo para o coronavírus. A partir de agora, a diretora técnica do Centro de Vigilância Epidemiológica de São Paulo, Helena Sato, lidera a coordenação do centro de contenção do coronavírus de São Paulo.

– O governador João Doria também parabenizou dois empresários que, segundo ele, se comprometeram a não demitir nenhum funcionário até o final da crise causada pelo coronavírus. De acordo com ele, Rubens Ometto, presidente do grupo Cosan anunciou que não demitirá nenhum dos seus 45.000 funcionários, assim como Sergio Rial, presidente do banco Santander, que conta com 48.000 funcionários.

 

IBE Conveniada FGV

REMOVER TODOS
COMPARE
0