Como Ser Lider Em Vez De Chefe E Por Que Isso E Importante.jpeg

Compreender como ser líder é essencial para desenvolver uma série de habilidades de gestão empresarial que incluem conhecimento técnico, relacionamento interpessoal e noções do próprio mercado, a fim de conduzir os colaboradores a entregar melhores resultados e fazer sua empresa crescer.

Se você está ou aspira uma posição de liderança, saiba que aquele arcaico perfil de chefe autoritário, que gosta de mandar e ser bajulado, deve passar bem longe de sua gestão. Isso porque sobreviver em meio a um mercado tão competitivo e dinâmico exige que as empresas tenham lideranças de ponta.

Mas, como essa não é necessariamente uma habilidade nata, precisa ser aprimorada com muito estudo e autorreflexão. Para ajudá-lo a perceber como um líder deve agir, abordamos neste post alguns comportamentos indispensáveis a qualquer perfil de liderança.

Acompanhe as próximas linhas e identifique se você está desenvolvendo bem esses potenciais!

Lidar naturalmente com a possibilidade de errar

Uma das principais características do líder nas empresas é a capacidade de arriscar. Com ela, deve vir o reconhecimento de quando a alternativa apontada não alcança o resultado esperado.

O líder que não admite os próprios erros dificilmente tem articulação para traçar rapidamente novos caminhos e vive buscando culpados quando as coisas não saem como imaginava. Ter esse discernimento prepara você para novas atitudes e incentiva que sua equipe admita riscos calculados, dentro da cultura do “teste e aprenda”.

Ter autoconhecimento e empatia

O exercício do autoconhecimento é essencial para conseguir se colocar no lugar do outro e desenvolver a empatia para com seus liderados. Saber lidar com as próprias emoções, virtudes e fraquezas é imprescindível para estender esse olhar ao restante do time.

Embora não deva concordar com tudo que se passa em torno das equipes, um olhar mais compreensivo, tentando compreender a fundo uma realidade, é importante para coordenar ações relevantes para sua empresa.

Criar um ambiente harmonioso

O líder que mantém um clima organizacional hostil jamais conseguirá extrair o melhor da sua equipe. Um ambiente de hostilidade afeta diretamente a produtividade e prejudica o crescimento da organização, pois as pessoas trabalharam sob pressão e pautadas por sentimentos de apreensão e raiva.

Por isso, ao desenvolver um ambiente harmonioso e tratar as pessoas com cordialidade, independentemente da hierarquia, a equipe passa a confiar em você e se engajar mais facilmente nas propostas apresentadas ou em regras que a empresa determine.

Evoluir constantemente

Um líder deve estar em constante evolução, tanto do ponto de vista técnico quanto em relação ao desenvolvimento das suas habilidades de liderança. Participar de programas de pós-graduação, buscar o apoio de coaching de gestão, estar em contato com outros líderes e observar exemplos de bons gestores faz parte da rotina dos líderes que querem se aprimorar.

Além disso, para os liderados, é perceptível se você é um líder empenhado em melhorar seus conhecimentos. Com isso, você acaba se tornando um espelho para eles!

Agir sob a bandeira da empresa

Por falar em espelho, o líder deve ser o retrato dos valores e da missão da empresa. Todas as suas ações devem ser condizentes à bandeira institucional e refletir objetivos globais.

O líder que “faz o que quer”, sem estratégia e objetivo aparentes, tira o norte da equipe, e os profissionais passam a trabalhar sem enxergar resultados desejáveis com aquelas ações. Além de ser algo desmotivador, essa situação pode ocasionar diversos erros e retrabalhos, o que prejudica a experiência do cliente.

Ser assertivo na comunicação

No desafio de como ser líder, a comunicação assertiva é um dos principais comportamentos a serem desenvolvidos. Isso significa que você deve ser claro em seus discursos, esclarecer dúvidas, alinhar informações desconexas, evitar a propagação de fofocas e estimular a aproximação com sua equipe.

Ao apresentar uma comunicação clara, a frustração por conta de erros de interpretação ou falta de clareza em determinadas tarefas tende a diminuir sensivelmente. Além disso, você consegue que seus liderados tenham conforto em procurar você para esclarecer questões não compreendidas.

Valorizar feedbacks

Em continuação à assertividade da comunicação, o líder também deve dar valor ao fornecimento de feedbacks. É importante que você constantemente promova devolutivas sobre o desempenho dos seus colaboradores, a fim de que eles tenham condições de evoluir.

Além disso, nesses momentos de feedback, os profissionais também terão oportunidade de expor seus anseios, dúvidas e questionamentos, de maneira a alinhar sua atuação com as expectativas da empresa. Essa troca permite que os membros do seu time se sintam integrados e tenham a visão de que as suas atuações são importantes para a empresa.

Estimular a proatividade

Em um momento em que o mundo corporativo adota cada vez mais times multidisciplinares, você precisa estimular que sua equipe tenha iniciativa e aja com proatividade. Para isso, você deve desafiá-los a pensar mais e desenvolver a criatividade, sobretudo, reconhecendo talentos que, porventura, estejam ocultos.

Quando o profissional é desafiado a crescer, ele tende a se engajar mais com a empresa e buscar formas de inovar seu trabalho, ao mesmo tempo que consegue trazer para seu time contribuições preciosas.

Ter planejamento e visão a longo prazo

Faz parte de uma boa estratégia de liderança determinar um planejamento que envolva todo o seu time. Para tanto, é necessário traçar ações de curto, médio e longo prazos, além de realizar uma boa gestão do tempo.

Dessa maneira, a equipe trabalha com maior foco e consegue enxergar grandes objetivos. Isso dá maior independência e responsabilidade para seu time atuar de olho em prazos e permanecer dentro da rota traçada.

Preparar sucessores

Ninguém é eterno, por isso um líder de destaque também deve se empenhar em preparar sucessores. Afinal de contas, na melhor das hipóteses, você também está com sua carreira em expansão e deseja alçar novos voos, até mesmo dentro da própria empresa.

Por esse motivo, você precisa reconhecer talentos que tenham perfil e desejem atuar em funções de maior responsabilidade para assumir seu lugar no momento oportuno.

Uma liderança despreparada pode se tornar um perigo para o futuro da empresa. Além da perda de talentos, quando o líder atua com uma postura egocêntrica e dá pouca importância às relações interpessoais, afundar um departamento inteiro torna-se um risco evidente.

Felizmente, as organizações estão atentas a esse tipo de comportamento e empenhadas em formar boas lideranças. Por isso, compreender como ser líder faz total diferença no seu desempenho. Assumir comportamentos como os citados aqui trará resultados positivos para você, seus colaboradores e para sua empresa como um todo.

Este conteúdo foi útil? Então, assine nossa newsletter e receba em seu e-mail notícias, novidades e insights exclusivos sobre o mundo empresarial em primeira mão.

REMOVER TODOS
COMPARE
0