Como Escolher A Melhor Instituicao Para Fazer Seu Mba Em Campinas.jpeg

Fazer boas escolhas certamente faz toda a diferença para construir um currículo atraente e abrir portas na vida profissional. Seguindo essa ideia, é fundamental ter cuidado ao escolher a instituição para fazer seu MBA, considerando alguns fatores relevantes nesse processo de decisão.

Em Campinas ou em qualquer outro lugar do mundo, pesquisar referências sobre a escola é um passo muito importante para investir seu tempo e dinheiro em algo que realmente valha a pena. Afinal, é natural esperar que as especializações ofereçam algum retorno ao estudante, certo?

Pensando nisso, separamos, neste post, os principais critérios que você deve considerar. Confira!

1. Qualificação do corpo docente

Antes de mais nada, contar com professores bem-preparados é um fator de peso para a qualidade do curso. É claro que a estrutura curricular é a base do aprendizado (e merece sua atenção), mas o corpo docente é o responsável por transmitir esse conhecimento — e isso deve ser feito da melhor maneira possível.

Não há nada mais desmotivante do que chegar para assistir uma aula e perceber que o professor não tem domínio do tema, não é mesmo? Nosso tempo é precioso, e justamente por essa razão devemos confiá-lo a pessoas qualificadas. Além do mais, elas acabam servindo de exemplo e inspiração para a trajetória profissional.

Então, para não ter dúvidas sobre essa questão, vale pesquisar quem são os professores e avaliar a formação de cada um deles — a plataforma Lattes e o LinkedIn podem ser bons aliados nesse momento.

Aqueles que tiverem boas experiências provavelmente serão capazes de passá-las para os seus alunos sem maiores dificuldades.

2. Reconhecimento da instituição no mercado

Outro ponto crucial é informar-se a respeito da reputação da instituição no mercado de ensino e também no mercado de trabalho. Quando o curso é bom, os profissionais são bem absorvidos e toda a comunidade passa a reconhecer sua qualidade.

De forma geral, isso abrange várias características como ter uma infraestrutura adequada, um corpo docente preparado, uma administração eficaz, um bom nível de exigência, entre outras questões que ajudam a compor um curso respeitado e bem-aceito.

Quando a instituição é “famosa” no meio profissional, fica mais fácil conseguir um emprego depois de formado ou fazer com que o MBA conte pontos a seu favor na empresa em que você já atua. Caso contrário, você corre o risco de fazer um investimento que vai demorar um pouco mais para ter algum tipo de retorno.

3. Custo-benefício do curso

Dificilmente um estudante não considera o aspecto financeiro antes de decidir fazer um novo curso. De fato, é necessário reorganizar o orçamento para cobrir as novas despesas (como mensalidade, matrícula, transporte, alimentação etc).

Logo, analisar o custo-benefício de iniciar essa etapa é uma tarefa primordial para quem precisa tomar essa decisão. O que muitas pessoas não entendem é que o mais barato nem sempre será a melhor opção, ao mesmo tempo que o mais caro também não indica necessariamente uma superioridade.

Fazer essa avaliação é justamente criar uma balança com as vantagens e desvantagens de cada alternativa que você tem em mãos. A faculdade é reconhecida? O curso poderá ajudá-lo a alavancar sua carreira? Os professores são realmente bons? Você pode arcar com os custos previstos?

Tudo isso precisa ser repensado para que a sua escolha seja a mais consciente e acertada possível. Talvez seja preciso economizar em outras áreas para conseguir cumprir com esse objetivo; mas, se você tem em mente os benefícios proporcionados, isso se torna apenas um detalhe.

Nesse caso, uma dica que vale a pena seguir é entrar em contato com alunos que já fizeram o curso no qual você está interessado. Esse tipo de referência ajuda a ter uma ideia mais próxima de como é a metodologia, a dinâmica das aulas e o retorno do mercado de trabalho.

4. Acessibilidade

Um tópico que você não pode deixar de considerar é se o MBA atende aos seus desejos e necessidades. O horário das aulas é compatível com a sua rotina? Você consegue chegar ao local previsto nas horas marcadas? O valor está dentro das suas possibilidades financeiras? De que forma funciona o processo seletivo?

Rever esses pontos vai permitir que você conclua se o curso é acessível ou não para o seu perfil. Inclusive, a instituição que preza por maior acessibilidade aos alunos tende a sair ganhando.

No fim das contas, essa conclusão serve para alinhar as suas expectativas com a realidade proposta pelo curso. Existem diversas oportunidades interessantes que nem sempre estão em sintonia com o nosso momento, não é verdade? Por isso, não se esqueça de pensar melhor sobre o assunto.

5. Parcerias da instituição

Um dos grandes diferenciais para quem deseja ter boas experiências no currículo são as parcerias que a instituição oferece. Isso se torna ainda mais relevante quando a pessoa está procurando investir na sua formação, fazer outros cursos, aumentar seu networking, passar por uma vivência internacional, entre outros.

Para quem trabalha em uma multinacional, por exemplo, o fato de dominar outros idiomas e ter uma bagagem internacional pode ser determinante para ser promovido ou ganhar um aumento de salário. Todo mundo sabe que as posições privilegiadas geralmente são destinadas aos profissionais mais bem-preparados.

Contudo, muitos estudantes não tiveram a chance de passar um tempo fora do país enquanto estavam no ensino médio ou na faculdade. Aí começam a trabalhar, ter sua própria renda e a buscar o contato com outras culturas.

Sendo assim, é um enorme benefício quando a instituição estimula esse intercâmbio cultural e ainda proporciona a oportunidade de estudar em outro país. Nesse caso, a realização de módulos internacionais é um atrativo e tanto para o público do MBA.

Para finalizar, confira os detalhes do diploma que você vai receber após terminar os estudos. Se a sua meta é ter o grau de Master of Business Administration, procure uma instituição que garanta essa certificação.

No Brasil, os cursos de pós-graduação lato sensu não dependem da autorização do MEC (Ministério da Educação) para existirem, mas precisam seguir suas diretrizes para conceder um certificado de conclusão válido em todo o país.

Nossas dicas foram úteis para escolher a melhor instituição para fazer seu MBA? Se você tem interesse nesse assunto, não deixe de conferir nosso post que traz 8 motivos para não postergar o início do seu MBA!

REMOVER TODOS
COMPARE
0