O país tem 37 milhões de empreendedores e outros 54 milhões de brasileiros desejam abrir uma empresa, de acordo com pesquisa.
Alguns são pessoas que não conseguiram se encaixar no mundo corporativo, como empregados, ou por serem considerados insubordinados e querem agir com mais liberdade ou por não se adequarem às normas e regras rígidas de algumas organizações. Essa aparente rebeldia pode ser sinal de que o seu lugar é, na verdade, à frente do próprio negócio. Os especialistas alertam, no entanto, que a simples vontade de largar o terno e a gravata e de não ter mais que responder para um chefe não é suficiente para deixar tudo e abrir uma empresa.
Gilberto Sarfati, professor da FGV, elenca as cinco principais características de um empreendedor: necessidade de realização e de independência, tendência criativa, determinação e disposição para correr riscos calculados. “Todas elas podem ser desenvolvidas, e o primeiro passo é adquirir conhecimento, por meio de cursos ou de leituras”, destaca. Depois de estudar e de aprimorar as habilidades que faltavam, chega o momento de testar esse conhecimento em uma situação prática, explica Sarfati, para avaliar o desempenho e aperfeiçoar o que for necessário.
Fonte: Blog FGV

Your compare list

Compare
REMOVER TODOS
COMPARE
0