Administração “made in Brazil”

© Divulgação
ROBSON PANIAGO é Administrador Tecnológico & Social

Repensar o Brasil sob a visão da Administração passa pela quebra de paradigmas, palavra esta tão utilizada, mas não tão praticada por nós. Neste sentido devemos ousar e questionar tudo o que nos rodeia e nos é apresentado.

Quero tentar questionar o ensino da Teoria Geral de Administração (TGA), disciplina importante para os administradores, contadores, economistas e demais interessados, mas que vem sendo ensinada com exemplos, casos (cases, chique para criar uma nuvem de fumaça) e autores norte-americanos e europeus, em sua maioria.

Vem chegado o momento de repensarmos estes valores e tentar a criação de uma nova TGA, uma TGA – Made  in Brazil, com personagens, casos e exemplos brasileiros. Nossa tentativa não é desmerecer Taylor, Fayol, Mayo etc., mas criar uma disciplina com a nossa realidade e características, a nossa cara…

Neste sentido, além da introdução, tentaremos açambarcar três distintos setores: o Empresarial, o Esportivo e o Político. Em cada um destes setores utilizaremos metáforas, casos e demais impressões para promover o entendimento da TGA sob o enfoque do Brasil. Abordaremos também a Administração Espiritualizada, Administração Feminina, Administração Indígena, Administração Participativa e Administração Tupiniquim.

Também é importante dizer que não queremos usar apenas casos de sucesso, mas de insucessos, pois podemos aprender com eles. Um insucesso ensina muito mais do que uma experiência de sucesso.

No setor esportivo, o futebol foi escolhido por ser um esporte jogado em equipe, habilidade extremamente necessária para o administrador e demais que trabalhem com negócios. E também porque somos experts e temos grandes craques mundiais (Pelé, Tostão, Zico, Romário, Garrincha, Leônidas da Silva, Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho etc.), o futebol pode ser metáfora para explicar a TGA – primeiro porque é paixão nacional e segundo, ensina a toda pessoa de negócios a trabalhar por melhor resultado.

Na parte política, considerando-se que as relações de poder permeiam toda e qualquer organização, seja ela micro, pequena, multi ou transnacional, entender o contexto das pessoas que influenciaram seu País é fundamental para o entendimento das organizações e do país onde vivemos. Nesta seara temos Dom Pedro, Getúlio Vargas, Juscelino Kubitscheck, Fernando Henrique Cardoso que lutaram para a construção de um Brasil maior.

E finalmente no ramo empresarial o destaque para os empresários, porque como dizia o economista austríaco Schumpeter, são os motores das mudanças numa sociedade. Principalmente na sociedade brasileira, que dizem os estudos ter uma gama muito grande de empreendedores…

ROBSON PANIAGO é Administrador Tecnológico & Social – [email protected] e [email protected]

Fonte: Jornal de Jundiaí

REMOVER TODOS
COMPARE
0