69% das empresas monitoram o que é dito nas redes sociais

69% das empresas monitoram o que é dito nas redes sociais

Estudo da Aberje mostra que empresas se preocupam com opiniões postadas na web. Um dos maiores temores é a exposição negativa da marca por consumidores

As empresas brasileiras estão preocupadas com o que as pessoas estão falando sobre elas nas mídias sociais, como aponta um levantamento da Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje). Cerca de 69% das companhias afirmam utilizar ferramentas de análises e mensuração para compreender o que é exposto em relação à marca, ao produto ou ao serviço que oferecem.

Segundo a pesquisa, 61,8% das companhias afirmaram que esse acompanhamento é feito nos ambientes corporativos na internet. Já 41,2% dizem integrarem esse monitoramento a soluções de Marketing, e 38,2% garantem que analisam o sentimento do cliente. Essa última atividade deve liderar a lista nos próximos anos, o palpite de 52,9% dos executivos.

Um dos maiores temores de 64% dos entrevistados na pesquisa é a exposição negativa da marca. Os danos à reputação e a divulgação de informações estratégicas são as principais preocupações. Esses empresários acreditam, no entanto, que a crítica pode ter seu efeito diminuído ou evitado.

O estudo considerou uma amostra formada por 53 empresas associadas à Aberje, de diversos segmentos e setores da economia. Juntas, elas possuem mais de 18 milhões de fãs no Facebook, 340 mil seguidores no Twitter e 62 mil inscritos em seus canais no YouTube. As informações foram obtidas por meio de questionário preenchido em sistema on-line, no período de 6 de fevereiro a 28 de março de 2014.

Fonte: Mundo Marketing

Fique por dentro

Assine nossa Newsletter e receba as novidades por email
// Acesso rápido
Get in touch

872 Arch Ave. Chaska, Palo Alto, CA 55318
[email protected]
ph: +1.123.434.965

Work inquiries

[email protected]
ph: +1.321.989.645