Cerca de 23% dos jovens estão fora do mercado de trabalho

Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) revelam que 23% dos jovens brasileiros não trabalham e nem estudam, e fazem parte da chamada geração “nem-nem”. Mas, embora o termo induza à ideia de que eles são ociosos e improdutivos, 31% deles estão procurando trabalho, principalmente os homens, e mais da metade, 64% dedicam-se a trabalhos de cuidado doméstico e familiar, principalmente as mulheres.

O professor de economia da IBE Conveniada FGV, Cláudio Tosta, falou com o Jornal de Jundiaí sobre o tema. Ele explica que as gerações mais antigas tinham uma maior intenção de acumular bens, de ter grande poder aquisitivo e de ser influente. “Precisamos entender que os princípios são diferentes e são eles que trazem pontos importantes para essa relação”, completa.

Confira o conteúdo completo:

Fique por dentro

Assine nossa Newsletter e receba as novidades por email
// Acesso rápido
Get in touch

872 Arch Ave. Chaska, Palo Alto, CA 55318
[email protected]
ph: +1.123.434.965

Work inquiries

[email protected]
ph: +1.321.989.645