Hábitos Para Começar Melhor O Dia

As primeiras horas são determinantes para o dia de uma pessoa e aqui mora a importância de adotar bons hábitos ao acordar. Começar bem a rotina é fundamental para a produtividade e bem-estar. A seguir, listamos alguns hábitos que, de acordo com a ciência, transformarão seu dia a dia.

1) Medite

Um sem-número de estudos comprovaram os benefícios da meditação para corpo e mente. Um deles, publicado no periódico Brain, Behavior, and Immunity, aponta que a prática voltada ao mindfulness alivia o estresse graças à capacidade de reduzir o cortisol. Este efeito também melhora o sono, reduz o risco de depressão, ansiedade, a pressão arterial e a fadiga.

 

“A meditação é o poder de silenciar, de esvaziar a mente. Por meio dela podemos controlar a ansiedade e mantermos emocionalmente mais equilibrados, fluindo na vida”, diz a psicóloga empresarial e coach na Grandy Desenvolvimento Humano, Cynthia Lemos. A manhã é perfeita para a prática, que já deixará seu dia mais leve.

2) Exercite-se

Escolher o turno da manhã ou da noite para mexer o corpo é uma questão de preferência e adaptação do organismo. No entanto, não se pode negar que a prática de atividades físicas no começo do dia tem suas vantagens. Segundo artigo publicado no blog da Harvard Medical School, atividades aeróbicas são ótimas para começar o dia graças ao poder de melhorar o humor e até mesmo proteger o cérebro de declínios cognitivos inerentes à idade.

 

Caso a atividade seja realizada ao ar livre, ainda há a produção de vitamina D, fundamental para a síntese de cálcio e bom funcionamento do organismo em geral. “Mesmo que sejam apenas 10 minutos de alongamento. Isso aumenta a disposição para o dia e libera hormônios de bem-estar e prazer. Para quem gosta de dançar, pode ser uma boa opção começar o dia com música”, indica a master coach Aline Soaper.

3) Pule o cafezinho

O costume brasileiríssimo pode não ser tão bom quando levamos em consideração a dança hormonal do organismo. Estima-se que a maior parte das pessoas tenha picos de cortisol entre 8h e 9h da manhã. De acordo com o pesquisador Stephen Miller, da University of the Health Sciences in Bethesda, Maryland (EUA), a cafeína potencializaria os efeitos do hormônio do estresse no corpo – e, claro, todos seus efeitos, como ganho de peso e pressão arterial elevada.

O melhor horário para a ingestão seria entre 9h30 e 11h30, quando os níveis de cortisol no sangue têm uma ligeira queda.

4) Programe seu dia

Quando se tem muitas atividades a fazer ao longo do dia, é fácil ficar ansioso e perder o foco. Para fugir disso, o antídoto perfeito é uma lista de tarefas e prioridades. “Por meio dela, que pode ser feita na sua agenda ou no seu bloco de notas do celular, você mantém o foco e não se deixa distrair com afazeres que o tornarão improdutivo e distante de suas metas”, defende Cynthia. Alguns apps e sites, como ToDoIst, Asana e Google Keep, ajudam a manter a lista organizada.

5) Pratique gratidão

Por mais clichê que a recomendação soe, despertar pensando em situações e motivos que enchem o coração de afeto é capaz de mudar o mindset para o resto do seu dia. “O exercício da gratidão consiste em parar por alguns minutos e se lembrar de motivos pelos quais você é grato. Pode ser por situações que estão acontecendo no momento ou por coisas que aconteceram no passado”, explica Aline.

Participantes de uma pesquisa do Instituto Greater Good Science Center, da University of California, Berkeley(EUA) – a maior parte deles com sintomas de depressão e ansiedade – relataram melhora significativa na saúde mental após 12 semanas escrevendo cartas de gratidão. Os pesquisadores também afirmam que os efeitos sobre a mente são duradouros – teoria comprovada por meio de ressonâncias magnéticas.

Além de todos estes cuidados, é fundamental ficar de olho na saúde. Por isso que beneficiários da Seguros Unimed têm à disposição a Unidade de Atenção à Saúde, cujo objetivo é prevenir e promover a saúde, qualidade de vida, reabilitação e cuidados paliativos por meio de acompanhamento individualizado.

Fonte: Conexões Unimed

REMOVER TODOS
COMPARE
0